11 dicas de dermato para cuidar do cabelo no verão


Dra. Carla Bortoloto
por: Dra. Carla Bortoloto
Médica especializada em dermatologia clínica e cirúrgica
(foto: 123TRF)
 
Momento de aproveitar as férias com a família curtindo o sol e o mar (ou a piscina).
Mas a estação mais quente do ano esconde “inimigos” que podem acabar com a saúde dos cabelos. São eles: o sol (em excesso pode levar à desnaturação da queratina, enfraquecendo e descolorindo os cabelos); água quente (remove a camada protetora dos fios, torando-os mais suscetíveis a danos mais graves); cloro (pode alterar o pH dos fios, deixando-os “abertos” às agressões químicas ou biológicas); sal (desidrata os fios) e o suor (facilita a aderência de sujidades nos fios e no couro cabeludo).
 
A seguir, falo sobre como combater cada um deles, mantendo os fios a salvo durante o verão:
 
1- Hidratar, hidratar, hidratar!
Esse é o mantra para manter a saúde dos fios durante o verão. A exposição ao sol, mar, piscina e areia, somados às lavagens frequentes, tornam os madeixas mais ressecadas e rebeldes. Daí a importância de utilizar semanalmente máscaras de hidratação, sempre respeitando seu tipo de cabelo. Mas, atenção, nunca ultrapasse o tempo de ação do produto, nem deixe resíduos nos fios, para não torna-los oleosos. Óleos, como o de argan, coco e semente de uva também são excelentes aliados para manter os cabelos hidratados e protegidos dos agentes nocivos do verão. Eles ajudam a fechar a cutícula dos fios, deixando-os macios e cheios de vitalidade.
 
2- Invista em um leave-in!
Ainda falando na hidratação dos fios, o leave-in não pode faltar em seu nécessaire. Além de formar uma película de proteção sobre os fios, o produto ajuda a reduzir a absorção do sal e do cloro. Aplique leave-in antes de ir à praia ou piscina e reaplique após cada mergulho.  Quem tem cabelos secos deve optar pelas versões em creme, enquanto os líquidos são melhores para os cabelos oleosos. Lembre-se sempre de verificar se o produto apresenta proteção UV.
 
3- Sem sal nem cloro!
Para evitar que o sal do mar ou o cloro da piscina fiquem acumulados no cabelo, não se esqueça de, após cada mergulho, enxaguar os cabelos com água doce. Esse cuidado evitará que cabelos fiquem ressecados e, no caso das loiras, que adquiram coloração esverdeada.
 
4- Proteção extra!
Além de dar aquele up no visual, usar bonés e chapéus cria uma barreira física contra a incidência direta do sol sobre os fios. Os raios UVA e UVB são prejudiciais à saúde dos cabelos – tornando–os ressecados, fracos e opacos – e do couro cabeludo, uma vez que pode levar a queimaduras e a descamação da região.
 
5- Água fria, please!
No dia a dia também é importante enxaguar os cabelos com água fria. Isso ajudará a fechar as escamas dos fios e controlar a oleosidade, tornando-os mais leves e brilhantes.
 
6- Atenção ao couro cabeludo!
A combinação calor + suor pode facilitar o surgimento de problemas no couro cabeludo, como a dermatite seborreica. A dica para que o que o couro cabeludo não sofra com o excesso de oleosidade e acumule impurezas é, uma vez por semana, substituir o xampu de uso diário por um anti-resíduos. Além de eliminar a gordura do couro cabeludo, o produto também removerá vestígios de poluição e produtos capilares (como tinturas e máscaras) que podem, com o tempo, obstruir os poros e prejudicar o processo de crescimento dos fios.
 
7- Dê férias ao calor!
Que tal aproveitar que o sol brilha lá fora e deixar um pouco o uso do secador e da chapinha de lado? As temperaturas elevadas desses aparelhos aumentam o ressecamento dos fios, deixando-os rebeldes e opacos.  Agora, se você não tiver escolha, aplique antes um protetor térmico nos fios e mantenha o secador a uma distancia de 30 cm do couro cabeludo.
 
8- Deixe os cabelos ao natural!
Se você estava pensando iniciar a transição capilar, a hora é agora! Danos aos fios provocados pela química – como porosidade e ressecamento – tornam-se ainda mais agressivos durante o verão.
 
9- Desate os nós!
Após sair da água é normal os cabelos ficarem embaçados, mas isso pode causar quebra de fios. Por isso, entre um mergulho e outro, desembarace os fios! Comece separando, delicadamente, as mechas com os dedos, soltando os nós maiores. Depois, com um pente de madeira ou osso, penteei-os por etapas, começando pelas pontas e vá subindo devagar. Também para manter as madeixas livres de quebras, evite prender o cabelo enquanto estiver molhado!
 
10- Alimente os fios!
Colocar no prato alimentos com vitaminas do complexo B ajuda a manter a saúde dos fios. Elas auxiliam o sistema imunológico e promovem a regeneração celular, incluindo o crescimento dos cabelos. Leite e seus derivados, ovos, peixes, castanhas, abacate e vegetais verdes, como couve e espinafre são boas fontes destas vitaminas.
 
11- Combata a queda de cabelo!
Se seus cabelos estão fracos e caindo, aproveite a estação para visitar um dermatologista e realizar um tratamento com LED (luz de emissão de diodo). Indolor, a luz de baixíssima intensidade atinge diretamente as células, melhorando a microcirculação sanguínea e o aproveitamento dos nutrientes, fortalecendo e estimulando o crescimento dos fios.
 
 
  • Dra. Carla Bortoloto

    Médica especializada em dermatologia clínica e cirúrgica, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC), ela acredita no papel fundamental das mães em passar aos filhos a importância dos cuidados com a pele, cabelo e unhas

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)