Nova tecnologia para tratar flacidez e gordura no pós-parto


Dra. Carla Bortoloto
por: Dra. Carla Bortoloto
Médica especializada em dermatologia clínica e cirúrgica

Acabar com o inchaço, amenizar a flacidez e suavizar a celulite são alguns do benefícios da radiofrequência corporal (foto: 123TRF)

Durante os nove meses de gestação, cada centímetro a mais de barriga foram comemorados com emoção.  Entretanto, após o parto, muitas mamães começam a notar – e se queixar – do acúmulo de gordura e flacidez no abdômen, a celulite e o inchaço comuns ao pós-parto.

A boa notícia é que após cerca de 40 semanas da gravidez sem poder realizar uma série de tratamentos estéticos, alguns voltam a ser permitidos. Entre eles, o que eu considero muito eficiente é a terceira geração de radiofrequência corporal, uma nova tecnologia mais potente, que requer menos sessões para alcançar uma resultado do que a versão mais antiga. Liberado a partir de 90 dias após o parto, o aparelho consegue aumentar a produção de colágeno, melhorar a flacidez, reduzir a quantidade de células de gordura, estimular a circulação e promover a drenagem linfática nas regiões do abdômen, coxas, glúteos, culote, costas e braços.

Tudo graças as suas três ponteiras diferenciadas – smooth, (une infravermelho, radiofrequência, manipulação mecânica a pressão negativa “sucção” e rolos massageadores),  medium (com radiofrequência e pressão negativa) e large (radiofrequência)– que permitem um tratamento não invasivo, mais focado e personalizado.

A seguir falo um pouco mais sobre seus benefícios:   

Menos gordura Ao combinar a massagem mecânica, a pressão negativa (sucção), a radiofrequência e o infravermelho, o aparelho consegue quebrar as moléculas de gordura, promovendo a redução de medidas. Ao mesmo tempo, o tratamento devolve – e melhora – os contornos corporais.

Sem inchaço! Por meio da massagem mecânica, estimula o fluxo sanguíneo e a drenagem linfática, aumentando a oxigenação da pele e combatendo a retenção hídrica.

Flacidez sob controle Uma queixa muito frequente entre as mamães, a flacidez abdominal, também pode ser eliminada com o tratamento. As ondas de calor emitidas pela radiofrequência conseguem atingir as camadas mais profundas da derme, aumentando o metabolismo celular. Com isso, estimula a formação de novas fibras de colágeno e elastina, restaurando – gradualmente – o tônus e a aparência da pele.

Celulite suavizada A massagem por pressão negativa é indicada para tratar todos os graus de celulite. Ela ativa o sistema linfático, estimulando a eliminação de toxinas. Já o infravermelho, combate a inflamação nos tecidos e ajuda a quebrar as células de gorduras e  estimula a produção dos fibroblastos (células responsáveis pela firmeza da pele), suavizando a aparência de “casca de laranja”.

 

  • Dra. Carla Bortoloto

    Médica especializada em dermatologia clínica e cirúrgica, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC), ela acredita no papel fundamental das mães em passar aos filhos a importância dos cuidados com a pele, cabelo e unhas

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)