6 pistas para escolher o pediatra do seu filho

De empatia com os pais a tempo da consulta! Dicas que vão ajudar você a ter os melhores critérios na escolha do especialista que vai fazer uma boa parceria com você


Dr. Thiago Caldi
por: Dr. Thiago Caldi
Pediatra e Pneumopediatra pela USP. Pós-graduado em Pediatric Nutrition pela Boston University School of Medicine. Pai da Ana e da Júlia. Instagram: @papai_pediatra

(foto: 123TRF)

 

Sei o quanto é difícil tomar essa decisão. O momento de escolher o pediatra faz inúmeros sentimentos rondarem a cabeça dos pais: medo, insegurança, vergonha de se expor e de ser julgado… Portanto, se estiver se sentindo assim, saiba que não está só.

A base de tudo a meu ver é a confiança plena no pediatra, como técnico, detentor do conhecimento científico, capaz de cuidar da saúde do seu filho, atrelada ao fato de ser uma pessoa empática, capaz de ouvir. Juntos, pais e pediatra seguirão em prol de um mesmo objetivo, que é a saúde e o bem estar da criança. Do contrário, não faz sentido em seguir!

Aqui incluo alguns pontos que devem ser levados em consideração na escolha do pediatra:

1- Comece a procurar um pediatra no terceiro trimestre da gestação

Muitos planos de saúde contemplam essa visita prévia de suma importância. Nessa consulta com bebê ainda na barriga, leve as suas dúvidas. Se você não tiver um plano de saúde, veja se o Posto de Saúde próximo de sua casa apresenta mais de uma opção de pediatra. Se houver mais de uma opção, vale conversar com as famílias atendidas e perguntar a opinião das mesmas. Sabemos também que na própria família pode ter uma tia, mãe, pai, sogra com uma indicação do melhor pediatra do mundo. Lembre-se: considere a opinião e os conselhos, mas faça sua escolha pela segurança e confiança transmitidas e por seu instinto materno.

2- Pesquise sobre o profissional

Ao receber uma indicação, vale procurar na internet referências da mesma. Verifique quais são suas áreas de atuação/especialidades, currículo online, presença de denúncias junto ao Conselho de Medicina, comprovação de especialidade – pediatria.

3- O pediatra é acessível?

Desde o primeiro momento procure saber se o pediatra é acessível, se apresenta alguma forma para fazer contato nas emergências. Por exemplo, se fornece número do telefone celular. Muito difícil estar em um momento em apuros e não ter apoio do pediatra que escolheu.

4-  Onde fica o consultório? Isso também é importante!

Optar pela proximidade principalmente se morar em um grande centro como São Paulo e que em uma intercorrência do seu filho, consiga chegar rapidamente para ele ser assistido.

5- O tempo de consulta diz muito

Levou seu filho a uma consulta e ela durou menos que 15 minutos? Fuja! Na maioria das vezes, uma consulta com o pediatra demora em média 1 hora. Primeiro, o médico ouvirá todas as colocações e dúvidas dos pais. Depois, ele avaliará o desenvolvimento do seu filho entre as consultas (desenvolvimento cognitivo, linguagem, motor, social e emocional, entre outros aspectos). A criança também passará por um exame físico minucioso o qual destaco peso, estatura e perímetro cefálico e estes dados serão colocados obrigatoriamente em uma curva de crescimento. Por último, o pediatra dará as recomendações baseadas em todo conteúdo apresentado com um plano de ação bem traçado. Uma consulta de retorno ou de emergência podem demorar 30 minutos, por exemplo, pois são focadas em uma condição específica.

6- Observe como o pediatra age durante a consulta

Tem empatia com a família? Paciência com os choros e comportamentos do seu filho? Sabe explicar de forma simples e clara todas as suas dúvidas? O pediatra precisa deixar explícita sua vocação pela pediatria, acolher seus anseios, tranquilizar os pais, mostrar amor e respeito pelo seu filho. Caso perceba que o mesmo trata seu filho como produto ou potencial problema, nem pense duas vezes… troque de pediatra! Existem outros inúmeros neste nosso mundão!

Todas estas características somadas podem conduzir na escolha de um bom pediatra. E posso dizer que, no meu caso, o fator transformador em minha profissão, foi a paternidade. Sou melhor pediatra depois que me tornei pai.

Dr. Thiago Caldi

  • Dr. Thiago Caldi

    Como pai da Ana e da Júlia, pediatra e formado Especialista em Pneumologia Pediátrica, procura sempre compreender a realidade das famílias visando o bem estar integral da criança e segurança de seus pais. É pediatra e pneumopediatra pela USP e tem pós-graduação em Pediatric Nutrition na Boston University School of Medicine. Instagram: @papai_pediatra

Data da postagem: 18 de setembro de 2019

Tags: , ,

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)