Livros e filmes para celebrar o melhor do Natal


Isabel Malzoni
por: Isabel Malzoni

Quando era pequena, eu gostava do Natal. Claro que adorava ganhar presente, mas não era só isso. A solidariedade, a união familiar e os milagres possibilitados pela data me emocionavam mesmo quando eu já estava “grandinha”. É por isso que os livros com o tema tocavam meu coração e eu gostava mais da Sessão da Tarde nessa época do ano. Conforme fui crescendo, o Natal perdeu aquela alegria da infância, acho que acontece com muita gente. Mas voltei a curtir a data depois que meu filho nasceu. As crianças nos fazem relembrar e se dar conta de que vale muito a pena cultivar o espírito natalino. Quer jeito melhor de fazer isso do que ler e ver filmes de Natal com as melhores companhias do mundo, ou seja, a nossa família? Pensando nisso, criei a lista abaixo com livros, filmes e um app relacionados ao tema. E aproveito para lhe convidar a resgatar suas próprias histórias favoritas e compartilhar com os pequenos aí na sua casa.

Esqueceram de mim

A comédia dos anos 90, que estrelava Macaulay Culkin, é uma das minhas favoritas. Na época, tinha a mesma idade que Kevin, o menino que foi acidentalmente esquecido em casa por seus pais bem na época do natal. Que criança nunca sonhou (ou teve pesadelo) com ser deixado para trás?

Esqueceram-de-mim

O clássico dos anos 90 vai divertir as crianças de hoje também (foto: reprodução)

O Conto de Natal dos Muppets

Lançado em 1992, é um clássico! Pois além de ser com os Muppets, foi baseado no mais clássico ainda Um conto de Natal, obra-prima de Charles Dickens. O filme é dirigido por Brian Henson, filho do criador dos bonecos mais famosos do mundo.

o-conto-de-natal-dos-muppets-papo-de-cinema-02

Vale a pena conferir a versão dos Muppets para o clássico de Charles Dickens (foto: divulgação)

Os Fantasmas de Scrooge

Também baseado no livro de Dickens, é um filme de Natal mais recente (2009), feito pela Disney. Estrelado por Jim Carrey, conta a história de Scrooge, um homem muito mesquinho a quem é dada a oportunidade de redescobrir o que o Natal tem de bom com a ajuda de três fantasmas – o do Natal passado, o do presente e o dos futuros.

Fantasmas-de-scrooge

A caracterização de Jim Carrey é super fiel às ilustrações do livro (foto: reprodução)

Simplesmente Amor

Como não se apaixonar pelo menino que perdeu a mãe e é incentivado pelo padrasto a ir atrás de sua paixão da escola? Ou pelo primeiro-ministro que se apaixona por uma linda “rechonchuda”? Essa e outras histórias paralelas acontecem em Londres, durante as comemorações de fim de ano. É uma comédia romântica (de 2003) bem família daquelas de suspirar.

simplesmente amor filme pai filho

Todos vão se emocionar com essa comédia romântica cheia de encontros e desencontros (foto: divulgação)

Pequenos Grandes Contos de Verdade

Acho que foi por amar tanto as histórias de Natal que escolhi esse tema para colocar nesse livro-aplicativo (da Editora Caixote, da qual sou sócia e editora), com outras baseadas em fatos reais. O conto se chama Feliz Natal e é sobre um menino que muda de casa com a família e percebe que a chaminé é pequena demais para deixar entrar o velhote. Então, ele escreve para a construtora que fez a casa pedindo a reparação do engano. Não é que a construtora atende o pedido? Só mesmo o espírito natalino…

Pequenos-Grandes app

Será que o Papai Noel vai conseguir passar pela chaminé? (foto: reprodução)

Como o Grinch Roubou o Natal, de Dr. Seuss

Esse livro, de 1957, também virou filme recentemente, mas acho a obra original mais legal. Grinch é uma criatura verde, entre as mais conhecidas de Dr. Seuss, que simplesmente detesta esse perído. “O Grinch odiava o Natal! A véspera e toda aquela função! Por favor, não pergunte por quê. Ninguém sabe a razão”. E assim começa a aventura!

 

Como-o-Grinch-roubou

Impossível não se divertir com o mau humor do Grinch (foto: reprodução)

Cartas do Papai Noel, de J. R. R. Tolkien

Ainda não li e sei que está esgotado nas livrarias, mas ouvi falar recentemente sobre esse título e estou buscando em sebos. É a reunião das cartas que Tolkien, escritor que criou os Hobbits, escrevia para os filhos como se fosse o próprio Noel (com direito a selo do Pólo Norte). Nos textos, ele contava histórias incríveis sobre o cotidiano do bom velhinho. Parece incrível, não?

Cartas-do-Papai-noel

O talento de Tolkien conquista fãs de todas as idades (foto: reprodução)

  • Isabel Malzoni

    É jornalista e sócia da Editora Caixote, que publica livros infantis interativos, como Pequenos Grandes Contos de Verdade, finalista do Prêmio Jabuti. Mãe de Diego, divide-se entre os cuidados com o bebê, descobertas culinárias e muitos, muitos textos Isabel Malzoni é

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)