A partir de que idade levo meu filho ao dentista?


Simone Cesar
por: Simone Cesar
Odontopediatra e ortodontista na Clínica Cesar. Autora do Insta @dentistamusical

A primeira consulta ao dentista pode ser divertida, pois com as novas técnicas que podem ser aplicadas no consultório, as crianças ouvem histórias, brincam com escovas de dentes gigantes e até ganham recompensas (foto: divulgação)

 

Essa é uma das perguntas mais frequentes que ouço das mães. Eu recomendo que a primeira consulta ao odontopediatra seja quando a criança ainda está na barriga da mãe. Saber como proceder antes que as dúvidas surjam permite que a gente seja mais eficiente ao cuidar da boca de nossos filhos.

Ir ao dentista para falar dos dentinhos do meu filho que ainda está na barriga? Como assim? Isso mesmo. Essa consulta é chamada de pré-natal odontológico. Nela, o odontopediatra dá todas as orientações e cuidados que a futura mamãe precisa ter durante a gestação e com a saúde bucal do bebê desde o primeiro dia de vida. O que eu explico nessa consulta?

A importância da amamentação para o desenvolvimento da face Como esse alimento é recomendado exclusivamente para o bebê durante os primeiros seis meses de vida e o desmame ocorre por volta dos dois anos de idade, a amamentação se associa ao período de posicionamento da dentição e ao desenvolvimento da arcada dentária das crianças.

A importância dos dentes decíduos, os dentes de leite Cuidamos dos dentes decíduos, para que a criança seja um adolescente e depois um adulto com a boca saudável, sem cáries, sem doenças gengivais e com uma boa mastigação, deglutição, fonação e estética. Os dentes de leite são importantes, pois preparam o caminho para a erupção (nascimento) dos dentes permanentes, servindo de guia para esses aparecerem no local e posição correta.

Sintomas que acompanham o nascimento dos primeiros dentes e o que fazer para amenizá-los É comum que o bebê tenha uma pequena queda na imunidade durante o nascimento dos primeiros dentes. Por isso, ele pode ficar mais irritado, ter febre, uma leve diarreia ou até mesmo um resfriado. A gengiva fica inchada e vermelha. Por isso, mordedores são as opções mais tradicionais para o alívio dos desconfortos causados pelo nascimento dos primeiros dentes. No caso de mordedores com água dentro, você pode deixá-los no congelador e entregá-los mais frescos à criança para ajudar a amortecer o local.

– Limpeza da boquinha (gengiva) Quando ainda não há dentes, deve ser feita higiene bucal? Sim! A higiene pode ser realizada com gaze ou fralda de pano umedecida, uma vez ao dia.

Sugestão de chupetas e mamadeiras. Indicações de uso e momento ideal para a remoção do hábito Chupetas e mamadeiras devem ter bico ortodôntico, que é aquele que mais se assemelha com o formato do bico do seio da mãe. Mais estreito na base e com a ponta achatada, estimula a sucção do bebê, ajudando no desenvolvimento de toda a musculatura fonoarticulatória.

– Opções de escova e pasta de dentes Na hora da escolha da escova de dentes infantil, é importante ficar atento ao formato e estrutura da escova. É preciso que ela tenha: cabeça pequena, contornos arredondados e cerdas macias para não machucar a boca. Segundo as mais recentes pesquisas da ABO (Associação Brasileira de Odontopediatria) e IAPD (Internacional Association Pediatric Dentistry), está indicado iniciar a escovação com creme dental com flúor. O que é importante saber ? Para escolher a melhor pasta de dentes, é importante observar no rótulo a quantidade de flúor que ela traz, que deve ser de 1000 a 1500 ppm, quantidade eficiente para prevenir cáries. Além disso, a quantidade de pasta de dentes colocada na escova faz diferença! Crianças menores de 3 anos (que ainda não sabem cuspir): quantidade correspondente a 1 GRÃO DE ARROZ CRU (0,2 mg de flúor). Crianças acima de 3 anos : quantidade correspondente a 1 GRÃO DE ERVILHA (0,4 mg de flúor).

Agora, claro, se o seu filho já nasceu e você não fez essa consulta pré-natal, é só marcar o quanto antes. Na verdade, é importante, desde cedo, a criança construir uma boa relação com o odontopediatra. A primeira consulta ao dentista, pode ser divertida, pois com as novas técnicas que aplicamos no consultório, as crianças ouvem histórias, brincam com escovas de dentes gigantes e até ganham recompensas por bom comportamento. No meu caso, em particular, elas ainda dançam e cantam as músicas que mais gostam, como você pode ver no meu Instagram @dentistamusical.

Se possível, não deixe que a primeira consulta ao dentista se dê em um momento de dor e emergência, pois a criança pode estar estressada, com dor e medo. Podendo não ter uma experiência agradável nessa consulta. Medo de dentista já pode ser coisa do passado! Desde que o papai, a mamãe e o profissional, unidos, mostrarem para a criança que não há o que temer.

Simone

 

 

 

  • Simone Cesar

    Odontopediatra e ortodontista, mãe de Caio, 9, e Alice, 7. Acredita que criança não precisa ter medo de dentista! É autora do Instagram @dentistamusical onde posta vídeos divertidos que faz com seus mini pacientes

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)