5 dicas para a adaptação escolar dar certo


Isabel Malzoni
por: Isabel Malzoni

A adaptação pode durar de três a quinze dias: respeite o tempo da criança (Foto: CrayonStock)

O segredo é estar segura com a escolha da escola que você fez para o seu filho, e de que esse passo é importante para ele! Quem ensina é a professora Célia Liuchy Polster, que dá aula para os pequenos recém-entrados na escola há 25 anos, no Colégio I.L. Peretz, em São Paulo. A seguir, ela sugere algumas medidas simples para os pais ajudarem a criança a gostar da escola e, principalmente, não atrapalhar o processo de adaptação.

Deixe a criança explorar o ambiente por ela mesma. Ao manter o seu filho no colo, você passa insegurança, justamente algo que deveria evitar. Em vez disso, incentive-o a interagir.

Confie na condução do professor. O mais importante para a criança nesse momento é criar um bom vínculo com o adulto que o acompanhará naquele ano letivo. Portanto, confie e transmita a confiança. Deixe que ele sugira as atividades e coordene a rotina, como a hora do lanche. Pais que tomam a dianteira nesses momentos atrapalham a integração da criança.

Acolha a criança. Nada de deixar chorar para “acostumar”. A entrada na escola é uma importante transição e pode gerar ansiedade. Abrace, acalente e, principalmente, converse. Coloque-se na altura da criança, olho no olho, e explique que está tudo bem.

Respeite o tempo de cada um. A adaptação costuma durar de três a quinze dias. Isso se dá porque cada um tem o seu tempo, tanto as crianças quanto os pais. Vá no ritmo do pequeno. E para evitar ansiedades desnecessárias, prepare-se para estar à disposição (você ou alguém em que a criança confie) nessas duas semanas, quando provavelmente terá que ficar lá ou voltar para buscar mais cedo. É possível também que, algumas semanas depois da adaptação, a criança volte a chorar para ficar na escola. É normal. Seja persistente.

Despeça-se sempre. É terrível para a criança perder os pais de vista, sem saber se vão ou não voltar. Portanto, diga tchau sempre, mesmo que com isso ele chore um pouco. Ele, certamente, logo vai se distrair e aproveitar a brincadeira. Qualquer dia você receberá um adeus tranquilo como resposta e então, pronto, tarefa cumprida!

  • Isabel Malzoni

    É jornalista e sócia da Editora Caixote, que publica livros infantis interativos, como Pequenos Grandes Contos de Verdade, finalista do Prêmio Jabuti. Mãe de Diego, divide-se entre os cuidados com o bebê, descobertas culinárias e muitos, muitos textos Isabel Malzoni é

Data da postagem: 21 de janeiro de 2016

Tags: , , , , , , , , ,

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)