Como organizar a papelada das crianças


Ingrid Lisboa
por: Ingrid Lisboa
Especialista em organização residencial e pessoal, consultora e palestrante

Para deixar os papeis organizados, você vai precisar de... uma pasta de plástico e uma etiqueta com o nome do que tem dentro. Simples assim! (foto: divulgação)

Assim que meu filho nasceu descobri que, tão pequenino, já começava a fazer uma coisa a que nós, adultos, estamos bem acostumados: acumular papel. Já tinham me avisado que crianças acumulam brinquedos com uma velocidade enorme, que às vezes os brinquedos aparecem do nada, que vertem do chão, até. Para eles, eu já havia preparado prateleiras e espaço nos armários. Mas ninguém havia me dito que papeis e mais papeis também começam a aparecer na vida de uma mãe de primeira viagem…
O fato é que, quando ele tinha apenas um mês de idade, ganhou sua primeira pasta organizadora, chamada “consultas médicas”. Nela coloco, desde então, todas as informações e documentos que recebo durante as consultas com o pediatra. Muita gente acha exagero investir tempo para organizar a documentação infantil, mas considero importantíssimo. Até porque já conheci gente que deixou de fazer viagens porque só foi procurar o passaporte do filho no dia da viagem e, claro, não achou. Imaginem o olhar de desapontamento da criança…
Como jamais quero passar por isso com meu pequeno, hoje ele tem 5 anos e acumula não papeis bagunçados, mas 5 pastas organizadoras. Se quiser se inspirar nelas para criar as pastas dos seus filhos, aí vão:
*Consultas médicas (nesta guardo as fichas com peso e altura que o pediatra me entrega todas as vezes em que passamos por consulta)
*Documentos (passaporte, RG, certidão de nascimento)
*Escola (todos os documentos escolares)
*Exames e receitas (mas guardo apenas as receitas médicas que se relacionam ao tratamento da asma)
*Gravidez (guardo as imagens e DVDs dos ultrassons da gestação, além dos cartões que recebemos quando ele nasceu)
Outros “documentos” que merece a atenção das mamães são os trabalhinhos escolares e desenhos diversos que eles fazem o tempo todo. Nesse caso, organizo por ano, em pastas plásticas de 5 cm de altura. Guardo apenas os desenhos e trabalhinhos que amei, dada a impossibilidade de ficar com todos. Confesso que, como mãe, sempre acho todos eles lindos! Como escolho? Claro que para mim, que tenho apenas um filho, o investimento de tempo para escolher os melhores é menor.  Quem é mãe de dois, três ou quatro vai ter de avaliar mais ainda os que realmente amou. Mas vale a pena.

Saiba mais sobre organização em http://www.homeorganizer.com.br/page32.aspx. E anote aí: meu próximo curso presencial será sobre organização de home office, dia 6 de abril em SP, não perca!

Até a próxima!

Ingrid Lisboa – www.facebook.com/homeorganizer

  • Ingrid Lisboa

    Para a mãe do Emiliano e criadora da consultoria Home Organizer, o segredo de uma casa em ordem é descomplicar. Ela escreve no canal Tudo organizado

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)