Para falar com babá, seja objetiva, mas elegante


Taluana Adjuto
por: Taluana Adjuto
Especialista em enxoval de bebês. Comanda a assessoria de compras Talu Concept, em MIami

P. Adoro a babá da minha filha, mas não gosto da maneira como a moça fala com ela, usando voz fininha, num jeito meio de bebê. Quero pedir para que ela se expresse de uma forma normal.  Como devo agir? Fernanda, São Paulo, SP

 R. O que funciona sempre é seguir a regra: ser objetiva, mas elegante. Ou seja: diga o que precisa ser dito diretamente, mas sempre de um jeito educado. Jamais, caia na cilada de recorrer às indiretas. Na minha vivência na Elite Care, já vi uma mãe perder uma boa babá por causa disso. Ela se incomodava com o fato de a funcionária cantar músicas populares (Michel Teló, Latino… ) enquanto brincava com sua filha de 1 ano. Mas, em vez de dizer claramente que aquelas músicas não a agradavam, a mãe preferiu usar indiretas. inventou uma personagem “a babá a minha amiga” e referiu-se a ela de uma maneira grosseira e ofensiva, criticando as músicas que a moça “fictícia” ouvia. A babá em questão, obviamente entendeu a mensagem e pediu demissão!

Assim como em toda relação, a de mães e babás também sofre desgastes naturais. E, nesse caso, como se trata de uma relação de trabalho em que você é hierarquicamente superior à funcionária, a comunicação deve partir de você. Para conseguir ser objetiva e elegante, procure nunca falar em um momento de raiva, para não perder a razão. Afinal, o objetivo é que o recado seja assimilado de modo a melhorar a sua satisfação com o trabalho dela e para não piorar as coisas.

Para finalizar, cito um outro case que acho super válido, de uma mãe paulistana que me contratou para treinar suas duas novas babás. Quando as questionei individualmente se havia algo no dia a dia que as incomodavam, ambas disseram que usavam uma sandália, fornecida pela patroa com o uniforme, que elas julgavam muito desconfortável pois transpirava muito. Quando levei a questão para mãe, ela me respondeu: “Jura?Nossa graças a Deus, porque eu também não gosto”. Ou seja, tanto a mãe quanto as babás estavam insatisfeitas. Mas não se comunicavam! Casos como esses existem aos montes por aí e acabam desgastando a relação sem necessidade. Percebo que a grande maioria das questões que causam stress são tolices que, se pontuadas devidamente, acabam imediatamente!

Então não esqueça : seja objetiva, mas elegante e resolva essa questão quanto antes.

beijos,

Taluana Adjuto

Siga a Elite Care no Facebook!

  • Taluana Adjuto

    A mãe de Ayron e Leonna mora em Miami é especialista em enxoval de bebês e comanda a assessoria de compras Talu Concept

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)