Chupeta pode proteger da morte súbita


Dr. Gabriel Politano
por: Dr. Gabriel Politano
(foto: Free Images) (foto: Free Images)

Você já ouviu falar que a chupeta está indicada para prevenção da Síndrome da Morte Súbita do lactente? Pois é. Associações médicas e odontológicas de vários países têm recomendado o uso da chupeta em seus filhos durante o sono, até 1 ano de idade.

A morte súbita do lactente é caracterizada pelo óbito de uma criança, geralmente no ambiente do sono, sem que haja qualquer cena de crime. É mais prevalente dos 2 aos 4 meses, mas, por definição, acontece até 1 ano de idade.

Ao usar a chupeta para dormir a criança parece se beneficiar por mecanismos ainda não tão bem explicados, mas que fazem bastante sentido. A chupeta impede o orifício nasal de ser “esmagado” caso a criança esteja em ambiente desfavorável como, por exemplo, de bruços ou coberta por lençóis ou fraldas, o que, aliás, é totalmente contra-indicado. Além disso, a língua fica posicionada sob a chupeta o que, segundo os estudos, a impediria de provocar sufocamento. O despertar da criança em momentos adversos também poderia ser facilitado caso a chupeta esteja na boca.

Mas então, a chupeta não é vilã???

Não e nunca foi. A chupeta somente será vilã se usada de forma inadequada, com a criança acordada, deglutindo e forçando o osso da maxila para frente e para cima. Nesses casos, comumente encontramos alterações ósseas irreversíveis e que necessitarão de aparelhos corretivos em tenras idades.

Mas como deve-se proceder então?

Baseado no bom senso de todos os estudos científicos que avaliam diversos quesitos, sugiro as seguintes regras sejam seguidas:

  • Evite a chupeta durante o período em que a criança estiver acordada. Independentemente da idade, se seu filho está desperto, não precisa da chupeta.
  • Somente ofereça a chupeta no momento em que você saiba que a criança irá dormir;
  • Não precisa se preocupar em remover a chupeta durante o sono;
  • Após acordar, a criança não se beneficia do uso da chupeta, portanto a remova;
  • Oriente pessoas próximas a seguirem as suas orientações quanto ao uso da chupeta
  • Se a criança apresentar otites de repetição, restrinja ainda mais o uso da chupeta.

Dessa forma, você poderá se beneficiar de um artefato que foi criado para pacificar as crianças (chupeta em inglês se chama pacifier), mas não para viciá-las nem mesmo trazer problemas ósseos, respiratórios, estéticos e fonéticos.

Espero ter ajudado. Até a próxima.

dr. Gabriel Politano

  • Dr. Gabriel Politano

    Responsável pelo Ateliê Oral Kids, especialista e Mestre em Odontopediatria e doutor em Obstetrícia – FCM/UNICAMP, é pai de Fábio, 4 anos, e Caio, 2

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)