5 dicas para seu filho dormir melhor


Natália Folloni
por: Natália Folloni

sweet-dreams-ii-4-1525158

(imagem: Freeimages)

A hora do sono pode ser um verdadeiro pesadelo para algumas famílias. Dificuldade para adormecer e acordar durante a noite estão entre as principais reclamações dos pais. As causas variam, vão desde questões neurológicas (os recém-nascidos podem trocar o dia pela noite por conta das diferenças no sistema nervoso) a, mais raramente, problemas de saúde. Mas a maioria pode ser resolvida quando os pais estabelecem uma rotina de sono com horários bem definidos. Veja mais dicas a seguir.

Diminua o ritmo da casa à noite

Luzes e sons fortes interferem na qualidade do sono. Por isso, pelo menos duas horas antes da criança ir para a cama (que deve ser entre 20 e 21h, normalmente), “acalme” o ambiente: desligue os aparelhos eletrônicos e evite brincadeiras mais agitadas. É importante, ainda, deixar o quarto da criança com uma luminosidade aconchegante – use abajur ou dimmer, por exemplo.

Crie uma rotina de sono

A rotina traz segurança aos pequenos. Além de diminuir o ritmo da casa, é preciso investir em um ritual de sono todas as noites. Comece com um banho morno para relaxar a criança. Depois, coloque o pijama e escove os dentinhos dela. Na sequência, chega a hora de ir para o quarto. Que tal ler uma história ou cantar uma música? Depois disso, possivelmente, ela já estará bem sonolenta. Apague a luz (deixe o ambiente à meia-luz, se quiser) e dê um beijinho de boa-noite!

Tente não adormecer a criança no colo, e sim na cama

Isso porque, toda vez que ela acordar à noite, você terá de fazê-la dormir da mesma forma que ela está habituada. Tudo bem ninar o bebê no colo ou na cadeira de balanço, mas o ideal é colocá-lo no berço ou na cama quando ele ainda estiver desperto. Os pais podem ficar por ali até ele adormecer, caso prefiram.

Ofereça um objeto de transição

Levar determinado brinquedo, fralda ou pano de “estimação” para a cama, o que os especialistas chamam de objeto de transição, ajuda algumas crianças a dormir melhor, de fato. É como se eles substituíssem o amor dos pais enquanto a criança se separa deles para dormir. No entanto, só pode ser usado por crianças maiores (acima de 1 ano, no mínimo), por causa do risco de sufocamento.

Evite certos alimentos à noite

Alimentos que contém cafeína, como chocolate e refrigerantes, são estimulantes e, portanto, despertam o cérebro. Além disso, convém dar o jantar pelo menos duas horas antes de dormir. À noite, opte por um cardápio leve, com pouca gordura. Pois, ao adormecer, a digestão fica mais lenta. E se ainda estiver de barriga cheia, isso vai atrapalhar o sono do seu filho. Por outro lado, chás naturais podem servir de tranquilizantes, desde que sem açúcar e bastante diluídos, como os de erva cidreira, maracujá e alface. Mas converse com o pediatra dele antes de usá-los.

Fontes: Felipe Lora, do Hospital Infantil Sabará (SP); Mauro Fisberg, pediatra e nutrólogo, da Unifesp

  • Natália Folloni

    Nossa repórter adora crianças e acredita que uma mulher pode ser a melhor mãe do mundo sem abrir mão de sentir-se linda e realizada

Data da postagem: 7 de dezembro de 2015

Tags: , , , , , , , ,

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)