Siga itmae
facebook
twitter
rss
instagram
youtube
pinterest
Participe do itmãe
facebook
twitter
rss

GUIA IT MÃE - Produtos, serviços e lugares selecionados que a gente indica! CLIQUE AQUI >>

Vale a pena visitar o Legoland na Flórida?

Publicado em 19.06.2017 | por

Sempre me fazem essa pergunta: Vale a pena visitar o Legoland? Por isso resolvi escrever aqui pra vocês minha opinião. Veja bem “opinião” porque gosto é uma coisa muita relativa. Mas vou contar mais aqui detalhes sobre o parque e aí você poderá decidir conhecendo melhor!!

Portal de entrada do parque Legoland (foto: Viagem em Detalhes)

O Legoland na Flórida foi inaugurado em 2011, fica na cidade de Winter Haven. A viagem de Orlando até lá é de aproximadamente 1 hora. Ele fica na área que antigamente era o Cypress Gardens, quem esteve por lá na década de 90 talvez se lembre desse parque, ele costumava estar no roteiro da Stella Barros e Dimensão Turismo. Ficou aberto até 2009.

Se o seu filho é fã de Lego, muito provável que vá gostar do parque. Eu acho que ele é super adequado para crianças pequenas até 10 ou 12 anos, pois não é um parque com brinquedos muito radicais. Talvez os mais velhos achem o parque mais monótono e se você não vai com crianças, acho que pode cortar o Legoland do roteiro.

Miniland, área com as cidades construídas com peças de Lego (foto: Viagem em Detalhes)

Orlando oferece uma quantidade enorme de atrações, são 4 parques da Disney mais os aquáticos, que acabam sendo a atração principal. A Universal nos últimos anos também teve um crescimento enorme com a adição de novas atrações e um novíssimo parque aquático, o Volcano Bay. O que acaba fazendo com que a concorrência seja grande, dependendo da quantidade de dias que pretende ficar em Orlando é um quebra-cabeça incluir todos esses parques, e ainda uns diazinhos livres pra compras, descanso. É uma tarefa complicada, se quiser saber mais sobre como começar seu planejamento, veja esse post.

Como o parque é dividido

Entrando no parque você passará pelo famoso portal, nessa área tem algumas lojas, restaurantes, guest services e o Islands in the Sky. É uma plataforma que gira 360 graus, com a vista do parque todo. Uma boa forma de começar.

Passando essa área que é chamada The Beginning você chega na Fun Town. Tem um carrossel que é bonitinho para os pequenos. E tem uma loja só de minifigures, que são os bonequinhos de Lego, com uma imensidade de roupinhas, cabelos, e acessórios. E ainda pelo parque você pode fazer o Minifigure Trading, que é trocar com os funcionários do parque os bonecos, por outro que você queira.

Ainda perto da entrada tem o DUPLO Valley, área para as crianças de até 4 ou 5 anos. Inspirada na linha de Lego para as crianças dessa idade. Tem uma fazendinha, que é uma graça. E tem o Baby Care Center, mu filho já está grande mas me lembro que era ótima essa área. E eu fiquei um tempo por lá no parquinho porque tinha ar condicionado, e o Gabriel adorou brincar no parquinho.

 

Área coberta com parquinho e ao fundo o Baby Care Center (foto: Viagem em Detalhes)

 

Outra área que é imperdível é o Miniland USA, lá você pode passear por Las Vegas, Nova York, Califórnia em 1 dia. As construções são perfeitas, com todos os detalhes. Mas preciso dizer que alguns já estão meio judiados com o tempo, e precisariam ser renovados. Gabriel também amou a parte do Star Wars e o Darth Vader!

O Gabriel amou a parte do Star Wars e o Darth Vader! (foto: Viagem em Detalhes)

 

O parque também tem algumas montanhas russas! A do Dragão é a preferida do Gabriel. Fica na área Lego Kingdom, que conta também com um Merlin’s Challenge, outra atração ótima para os pequenininhos. Por ali você encontra o King’s Market, uma loja ótima para comprar lembranças. Temos uma espada e um chapéu de pirata que foi uma das melhores compras que já fizemos em parques. Tem também para as meninas e faz o maior sucesso.

 

O Merlin’s Challenge é outra atração ótima para os pequenininhos (foto: Viagem em Detalhes)

Saindo da área do Castelo, você chegará na Land of Adventure, a maior atração dessa área é Costersaurus, uma montanha russa de madeira. Nós gostamos bastante, e a fila dela tem uma área para brincar de Lego enquanto os pais esperam na fila. Depois da Costersaurus, fomos direto para a área chamada Lego Technic, onde fica a Project X que é a melhor montanha russa. Essa é daquelas que a gente sai e entra de novo. É até bem radical para a criançada de 5 a 8 anos.

 

A Project X que é a melhor montanha russa (foto: Viagem em Detalhes)

 

Continuando aí por perto vem a área do Lego City, que tem uma pista de carrinhos, a Ford Driving School. Você pode dirigir, e ainda ganha uma carteira de motorista de Lego. Passando essa área fica a montanha russa mais radical do parque, a Flying School. Quando estivemos lá pela primeira vez o Gabriel não tinha altura e acabamos nem indo pra essa área. Ela é daquelas que você fica com os pés soltos. Eu fui morrendo de medo de como ele ficaria, mas amou!!

 

A montanha russa mais radical do parque é a Flying School (foto: Viagem em Detalhes)

O parque ainda tem uma área que é a World of Chima, com atrações que molham, eu me safei dessa porque era inverno. Mas Gabriel quis ir, foi com o pai e claro que ficou todo molhado. Depois entraram os 3 no super secador para secarem um pouquinho. Pagava cerca de US$5,00 por alguns minutos lá dentro.

 

O “secador de gente” que fica depois do brinquedo que molha no World of Chima (foto: Viagem em Detalhes)

Além dessa área que molha lá também tem um parque aquático. Que não posso dar muita opinião pois nunca fui, mas pra quem quiser ficar mais de um dia pode ser uma boa. Ficar hospedado no Legoland Hotel e aproveitar 2 dias de parque.

Ainda não conheci, mas recentemente inaugurou uma nova área do Ninja Go, lá a atração principal é o ‘Ninja Go The Ride’. Uma atração em 3D, que é um carrinho onde vão até 4 pessoas, que usam os movimentos das mãos para lançar bolas de fogo e raios para combater os vilões. Me pareceu bem legal!!

Tentei contar aqui como foram as nossas visitas e minha percepção do parque. Estivemos duas vezes e o Gabriel AMOU, queria voltar no dia seguinte, portanto talvez eu seja um pouco suspeita para recomendar. Mas se o seu filho é fã de Lego assim como o meu e está nessa faixa etária eu recomendo.

Se você não estiver de carro, lá da Orlando Eye, sai um ônibus para a Legoland. Você também pode aproveitar e comprar o ingresso que dá direito a visitar as duas atrações e aproveita para curtir o complexo da Roda Gigante e tomar um milk shake no Shake Shack na volta!! 😉

Aproveitem para conhecer o Viagem em Detalhes e ter mais dicas de viagens!!

Pelo nosso Blog: www.viagememdetalhes.com.br
Facebook e Instagram 

LOGO VED pequeno

Siga a gente no Instagram: @itmae

Gostou do post?

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

Tags:, , , , , ,
Você também pode gostar de:

Viajar com filhos é redescobrir lugares

7 coisas para fazer de graça na Disney

Feriado na Amazônia com as crianças

Quem faz
Renata Sucena

Renata Sucena

Administradora e mãe do Gabriel de 6 anos, trabalhou por 15 anos em marketing em instituições financeiras. Buscando unir duas de suas paixões, viagens e fotografia, criou o blog Viagem em Detalhes. Acredita que viagens criam lembranças preciosas, ampliam horizontes e reforçam laços de afeto

Nossa seleção especial está aqui!
Encontre produtos, serviços e espaços indicados pelo It Mãe!

Clube It Mãe

Deixe seu e-mail e fique por dentro das novidades!

itmãe 2017 - Todos os direitos rervados