Patagônia (no verão) com as crianças


Claudine Blanco
por: Claudine Blanco
Torres Del Paine, na Patagônia do lado chileno (foto: Claudine Blanco)

 

Se você é dotada de algum espírito aventureiro, com certeza já viajou (ou pelo menos sonhou em viajar) para destinos de natureza, com paisagens estonteantes. O que muitas mães não sabem é que para visitar lugares assim não é preciso deixar as crianças em casa com os avós ou adiar os planos para quando eles crescerem.

Um dos destinos de ecoturismo mais desejados pelos viajantes antenados e que – pasmem – é perfeito para uma viagem em família é a Patagônia. Trata-se do nosso roteiro campeão de vendas nessa temporada. E não é à toa! No extremo sul da América, dividida entre o Chile a Argentina, essa região foi abençoada pela natureza e reserva inúmeras atividades divertidas para turistas de todas as idades.

Atire a primeira pedra quem nunca ficou hipnotizado ao ver na telinha da TV, em documentários do Discovery Channel, aquelas paisagens branquinhas cheias de geleiras imensas ou cenas emocionantes da vida animal, como lobos marinhos, baleias e pinguins. Agora imagine a reação das crianças, curiosas como são, ao verem tudo isso ao vivo! E essa é só uma pontinha do iceberg (com o perdão do trocadilho) de tudo o que a Patagônia tem a oferecer.

 

Lobos marinhos no Canal de Beagle, na Patagônia do lado Argentino (foto: Claudine Blanco) Lobos marinhos no Canal de Beagle, na Patagônia do lado Argentino (foto: Claudine Blanco)

 

Do lado chileno, o principal destino patagônico é o Parque Nacional Torres del Paine, cuja paisagem colorida é marcada por maciços impressionantes, que despontam do alto da Cordilheira dos Andes. Para conhecer os atrativos do parque, a família pode fazer divertidas trilhas à pé, de bike, à cavalo ou, numa versão mais “light”, passeios de barco margeando os lagos de impressionantes águas azuis.

Do lado argentino, o maior fluxo de turistas se divide entre duas cidades: El Calafate e Ushuaia, esta última tão ao sul que fica quase perto da Antártida. Em El Calafate, o grande barato é conhecer de perto alguns dos mais impressionantes icebergues da Terra, por lá chamados de “glaciares”. No maior de todos eles, o Glaciar Perito Moreno, as crianças maiores podem até fazer um mini trekking no gelo – uma aventura que os deixa alucinados! Também é possível chegar bem pertinho dele sem esforço físico, passeando pelas passarelas que o circundam ou fazendo um safári náutico em um confortável barco pelo lago Argentino.

Mesmo depois de um dia cheio de aventura, a diversão não acaba em El Calafate. A cidadezinha, super charmosa, é cheia de deliciosos restaurantes e chocolaterias e abriga um atrativo que faz o maior sucesso com a garotada, o Glaciarium. Um dos poucos museus glaciológicos do mundo, tem como principal atração um cinema 3D, que mostra vistas aéreas da Patagônia, transportando o viajante para uma realidade virtual de tirar o fôlego. Mas o auge da visita ao Glaciarium é o Glaciobar, inteirinho feito de gelo, das paredes aos copos. Para entrar, são oferecidas até roupas especiais, que parecem de um esquimó futurista.

Já Ushuaia (também conhecida por “Fim do Mundo”) é provavelmente o destino da Patagônia com o mais vasto leque de opções de passeios diferentes. A cidade, que fica na província Terra do Fogo, entrou no radar dos brasileiros como destino de ski no inverno, pois tem a maior temporada de neve do continente. E transforma-se completamente no verão! A maioria dos passeios pode ser feita o ano todo, mas são melhor aproveitados nessa estação, quando o clima é mais favorável.

O passeio que mais encanta os pequenos é a navegação pelo Canal de Beagle, onde podem ver de pertinho lobos marinhos e diversas espécies de aves, como os pinguins de magalhães, que dão as caras por ali no verão. Terra adentro, o atrativo mais conhecido é o Parque Nacional da Terra do Fogo, que pode ser visitado num trajeto percorrido em um simpático trenzinho a vapor como os de antigamente, o Trem do Fim do Mundo.

Outro passeio que faz sucesso com as famílias é o trajeto off road percorrido em veículo 4×4, passando pelas antigas trilhas de lenhadores, onde é possível observar os castores e seus diques. O passeio pode ainda ser combinado com uma canoagem no lago Escondido, para se admirar a paisagem enquanto se diverte remando.

Como viram, atrativos para encantar as crianças na Patagônia é o que não falta! Mas, para que a família toda aproveite bem a viagem, é importantíssimo elaborar um roteiro equilibrado, com uma logística que considere também os pequenos, para que ninguém fique esgotado ao fim do dia depois de tanta aventura. Como alguns destinos patagônicos são remotos, escolher fornecedores de confiança, que estarão à disposição para lhe dar suporte durante a viagem e optar por hotéis confortáveis, faz toda a diferença no sucesso da viagem. Sem contar que na alta temporada convém reservar os passeios com antecedência. Com o roteiro certo, uma viagem para a Patagônia tem potencial para ser a mais inesquecível de toda a vida da família. E aí, se animou para viver essa aventura emocionante ao lado de seus filhos?

Um beijo, Claudine.

viajar-com-crianças-logo

  • Claudine Blanco

    Mãe de dois e empresária da área de turismo há mais de uma década, já visitou mais de 30 países. É proprietária da agência Viajar com Crianças, especializada em viagens em família, onde uniu suas duas maiores paixões, ser mãe e viajar

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)