Rio com criança no Carnaval: deu super certo


Rafaela Donini
por: Rafaela Donini
Mãe da Donatella empresária de moda infantil e diretora do Primi Stili

Este ano levamos a Donatella para conhecer o Carnaval do Rio para crianças (foto: arquivo pessoal)

Brincar o Carnaval no Rio de Janeiro passou a ser um programa que acolhe muito bem as crianças. Dos bloquinhos de rua, passando por eventos fechados até chegar à Sapucaí, você encontra opções que incluem os pequenos na programação. Foi o que fizemos no Carnaval desse ano – e deixo aqui as dicas para quem quiser se organizar para a folia de 2019, já que esse tipo de viagem exige planejamento.

Vamos começar pela Sapucaí: pela primeira vez este ano, a avenida teve desfile das Escolas de Samba Mirins, com recreação, atrações infantis e buffet especial. O Camarotinho Infantil é uma delícia para quem quer experimentar o Carnaval mais famoso do país em família – e ver os pequenos brilhar na pista e nas arquibancadas. Este ano, a programação ocorreu no dia 13 de fevereiro, das 18h às 24h, com programação recomendada para crianças de 2 a 12 anos, sempre acompanhadas dos pais, é claro. Entre as atrações, open bar e open food infantis, com muito suco, milkshake, cachorro quente, tapioquinha, batata frita e hambúrguer. Para se programar para 2019, fique de olho no site do Camarote. Aproveitamos cada momento dessa que é a maior festa popular do nosso país.

Pela primeira vez, a avenida teve desfile das Escolas de Samba Mirins, com recreação, atrações infantis e buffet especial. O Camarotinho Infantil é uma delícia para quem quer experimentar o Carnaval mais famoso do país em família (foto: divulgação)

Além da Sapucaí, tem os tradicionais blocos de rua do Rio de Janeiro, que as crianças simplesmente amam! A programação é variada e intensa e você não precisa se preocupar muito porque basta chegar e aproveitar. Um bloco bem bacana é o da Pracinha, no Jardim Botânico. Totalmente voltado para o público infantil, ele traz músicos de diversos blocos cariocas que tocam apenas canções que fazem parte do universo infantil (e carnavalescas), como “O sapo não lava o pé”, “Mamãe eu quero”, “Alalaô” e “Chiquita Bacana”. Quem não curte taaanto assim a folia pode se divertir com oficina de artes.

Outro bloco bem bacana é o do Morro da Urca. Comandada pelo Circo Macaco Prego, a atração envolve toda a família em oficinas e brincadeiras. O tem marchinhas clássicas e as músicas conhecidas dos pequenos em ritmo de Carnaval, além de oferecer foodbikes com comidinhas para a criançada. Fique de olho na programação dos blocos e escolha um ou no máximo dois, pois as crianças, especialmente as menores, acabam cansando dessa maratona de alegria.

Família reunida no bailinho de Carnaval (foto: arquivo pessoal)

Outra opção para quem, como eu, tem criança pequena (até 3 anos), também são os eventos mais resguardados, em clubes e shoppings, onde você pode ter mais conforto e áreas de descanso com os filhos. O Rio de Janeiro oferece inúmeras opções desse tipo de evento – até o AquaRio (o maravilhoso Aquário Marinho do Rio) fez festa de Carnaval. Este ano, o espaço promoveu o Carnaval do Zé Tubarino, com música, decoração com confete e serpentina e atividades lúdicas, além de apresentação do Grupo Lekolé, tudo de graça.

O importante é traçar uma agenda que permita que as crianças se divirtam (entre praia, passeios e Carnaval) sem chegar à exaustão. Programe-se com antecedência e curta um Carnaval diferente em 2019.

Agende-se para o ano que vem e até a próxima!

Um beijo,

Rafa Donini

 

Conheça o meu portal Primi Stili, com muita inspiração para os primeiros estilos da criançada.

  • Rafaela Donini

    Mãe da Donatella, dedica-se há mais de uma década ao mundo da moda como empresária, no marketing de coleções infantis. Dirige o portal Primi Stili, que tem curadoria de dicas e experiências contemporâneas para a infância

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)