Como lidar com a ansiedade durante um tratamento para engravidar?


Daniela Folloni
por: Daniela Folloni
Jornalista fundadora e diretora de conteúdo do Portal It Mãe

A pressão para ter filhos muitas vezes é enorme. Por isso, é importante uma sintonia com o parceiro, muita conversa para saber o que o outro deseja (foto: 123TRF)

 

Tentar, tentar e não conseguir engravidar pode gerar muito stress na vida de um casal. “A pressão para ter filhos muitas vezes é enorme, e o fato de não conseguir engravidar pode fazer a pessoa ou o casal se sentir fracassado e estressado”, diz a ginecologista Fernanda Coimbra Miyasato, especialista em reprodução humana da Clínica Fertilizavitta, em São Paulo. A médica observa que a maioria das mulheres que passam por essa dificuldade está emocionalmente frágil, ansiosa ou até mesmo em depressão.

Muitos casais chegam inseguros ao consultório, na expectativa de que um tratamento de fertilidade ajude a realizar o sonho de ter um filho. “Todos nós sabemos que na medicina não há garantias, então apesar da expectativa de que dê tudo certo, os casais têm medo de que não dê”, avalia Dra Fernanda.

E o que fazer para diminuir a ansiedade nessa fase? Segundo a ginecologista, é importante uma sintonia com o parceiro, muita conversa para saber o que o outro deseja. “Caso o casal esteja muito estressado, sugiro buscar ajuda, aceitar que precisa de ajuda médica, ter alguém para conversar ou até mesmo de um acompanhamento psicológico”, recomenda. “O stress, por exemplo, pode causar alterações fisiológicas, como a falta de ovulação ou a disfunção erétil”, avisa. Estar com as emoções em equilíbrio não só torna o processo mais tranquilo como também pode influenciar nos resultados. ‘”Existem relatos que o sucesso dos tratamentos são maiores nos casais que tem uma boa relação médico-paciente ou que realizam um acompanhamento psicológico durante o tratamento”, conta.

Outra providência que pode ajudar a manter a situação sob controle é fazer um planejamento financeiro e de limites de tentativas ou quais tipos de tratamentos o casal deseja realizar. E Dra Fernanda completa: “É importante ter claro também, especialmente a mulher que está em tratamento, é que não é culpa dela o resultado ser negativo. Sempre tente lembrar o que o médico disse na consulta sobre as chances de sucesso por tentativa, e que, às vezes, é necessário realizar mais tentativas para chegar no resultado positivo”.

  • Daniela Folloni

    Jornalista, mãe de Isabela e Felipe, trabalhou nas revistas Vogue, Cosmopolitan e Claudia. Acredita que toda mãe merece sucesso, diversão, romance e oito horas de sono

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)