9 alimentos essenciais para quem amamenta


Isabel Malzoni
por: Isabel Malzoni

amamentação

O período exige uma alimentação equilibrada para repor energias e produzir leite (Foto: Crayon Stock)

Manter uma alimentação equilibrada, preconizada ao longo da gravidez, continua fundamental após o parto. Isso porque a fase exige muito do corpo da mulher, que tem de se recuperar e, ao mesmo tempo, produzir leite. “O teor de proteínas, de gordura e da maioria das vitaminas do leite materno é muito estável, mesmo se a mãe não estiver se alimentando bem”, explica a nutricionista Rachel Francisch, especializada em amamentação. Mas para para produzi-lo, o organismo usa as reservas da mãe – daí a importância de “repor” tais nutrientes. Resumindo: você realmente deve comer por dois, ainda que não nas quantidades. Para dar um up na sua saúde e, por consequência, na amamentação, veja o que não pode faltar no seu cardápio.

Frutas em geral

Cansaço, privação do sono, irritabilidade. Identificou-se? O alimento número 1 para ajudar as lactantes a passar por essas dificuldades são as frutas. O ideal é consumir 5 ou 6 porções de frutas por dia, e com variedade. Todas são importantes, pois dão energia.

Arroz e feijão

É importante que a mulher que amamenta coma comida de verdade em todas as refeições. Ou seja, comida caseira e balanceada, que começa pela famosa combinação do arroz e feijão, nutricionalmente perfeita por possibilitar a melhor absorção de de uma boa quantidade de proteína, carboidrato e vitaminas. Além da dupla formada por grão e cereal, o prato precisa ter, verduras, legumes, uma fonte de proteína (inclusive laticínios) e tubérculos. Esse prato variado garante que a mãe que amamenta não apresente deficiências nutricionais importantes.

Cenoura e espinafre

Dentre as verduras e legumes, que devem ser abundantes na dieta da lactante, a nutricionista Rachel destaca alimentos laranjas (cenoura, mamão, laranja, abóbora, entre outros), que contém bastante vitamina A, essencial para a saúde dos olhos e também para o crescimento e manutenção dos órgãos. Assim como as folhas verdes escuras, que são muito ricas em vitaminas A, C (boa para o sistema imunológico) e K (importante para a saúde do sangue).

Leite

Os laticínios são uma importante fonte de cálcio e proteína, portanto também deve fazer parte da sua dieta. A não ser que o bebê apresente algum tipo de reação alérgica, já que ele de certa forma “ingere” tudo o que a mãe come via leite materno. Mas vale lembrar que não é preciso descartar os lácteos sem o diagnóstico do pediatra, pois apenas a minoria das crianças tem alergia a esse tipo de alimento.

Feno-Grego

Essas sementes ajudam a aumentar o fluxo do leite materno e ainda têm efeito diurético, melhorando o inchaço. A nutricionista Fernanda Mariz aconselha usar de 2 a 5 g do pó da semente por dia, misturado em sopas, iogurtes, saladas, etc.

Funcho (endro ou erva-doce)

Essas sementes, que podem ser tomadas como chá, estimulam a produção do leite materno e ainda melhoram a digestão e diminuem a flatulência.

Levedo de cerveja

Ótima fonte de vitaminas do complexo B, destaca-se pelo seu efeito reconstituinte e depurativo – você vai reparar uma melhora no estado de unhas e cabelo. É encontrado em flocos, comprimidos ou na forma integral líquida. A nutricionista Fernanda aconselha a ingestão de 10 a 30g por dia.

Peixes, chia e linhaça

Esses alimentos são fonte de Ômega 3, uma gordura muito saudável. Mas atenção: costumam ser alergênicos. Portanto, se seu bebê apresentar algum tipo de reação, vale optar pela suplementação com a orientação do médico ou de uma nutricionista.

Castanhas, nozes e afins

As oleaginosas são ricas em selênio, que é um antioxidante importante para mãe e o bebê, já que, assim como o iodo, participa da produção e regulação de hormônios da tireóide, e ainda combate o excesso de radicais livres.

  • Isabel Malzoni

    É jornalista e sócia da Editora Caixote, que publica livros infantis interativos, como Pequenos Grandes Contos de Verdade, finalista do Prêmio Jabuti. Mãe de Diego, divide-se entre os cuidados com o bebê, descobertas culinárias e muitos, muitos textos

    Isabel Malzoni é

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)