Para Carol Minhoto, a volta ao trabalho faz bem


Daniela Folloni
por: Daniela Folloni
Jornalista fundadora e diretora de conteúdo do Portal It Mãe

 

Carol Minhoto com o filho, João Carol Minhoto com o filho, João (foto: arquivo pessoal)

 

Apresentadora do programa “Você Bonita”, da Gazeta, Carol Minhoto garante que voltar ao trabalho e sair um pouco do universo do filho é importante  para todas as mulheres. Mãe de João Paulo, de um ano, Carol se divide entre os cuidados com o pequeno, a apresentação de um programa diário, os momentos a sós com o marido, Oswaldo Yasbeck, e ainda encontra tempo para cuidar do corpo e da boa forma. Confira a entrevista.

Adotou alguma alimentação especial na gravidez?
Acho que a primeira dica para as mulheres que pretendem engravidar é procurar o peso ideal. Engravidar acima do peso, dificulta após o nascimento do bebê. O segundo passo é controlar as vontades e engordar pouco durante a gestação. Engordei 9 kg. Fiz caminhada todos os dias. Duas vezes por semana, com ajuda de um personal, fiz exercícios voltados pra gravidez, fortalecendo pernas, glúteos e braços.

Qual o segredo para manter a boa forma após dar a luz?
Com a amamentação não é recomendado exercícios pesados, pois podem diminuir a produção de leite ou mudar seu sabor e a criança rejeita. Então, fiquei com caminhadas com velocidade mais rápida e a mesma musculação feita na gravidez, mas incluí series de abdominais. Assim que acabar o período de amamentação, se jogue nos exercícios (rs).

É difícil voltar ao trabalho após a licença-maternidade?
A volta ao trabalho faz muito bem pra todas as mães. Sair um pouco do universo da criança é importante, tanto para ter outros assuntos com as pessoas quanto para a mulher se sentir útil e interessante em outras esferas. Por isso, voltei ao trabalho quando o João estava com apenas 52 dias. Tive a compreensão e todo o apoio da TV Gazeta que me permitiu (e permite até hoje) levar o meu bebe para o camarim.

Como adaptou a rotina do bebê com a sua carreira?
Chego bem cedo à emissora, faço cabelo e maquiagem enquanto o João fica com a babá no camarim. Volto, dou a papinha dele, brinco um pouco e já me arrumo para ir apresentar o programa, que vai ao ar de segunda a sexta.  Ele já se acostumou com a rotina e neste período que estou no ar, dorme. Entro no estúdio e não penso mais na maternidade. Me concentro e só penso no programa. Com foco, dá tudo certo.

Do que teve que abrir mão após se tornar mãe?
Abri mão de quase tudo e não me arrependo de nada. Eu mesma faço minhas unhas só para não ter de ir ao salão e deixá-lo neste período. Nunca mais fiz massagem, não consigo tempo. Cinema não vou desde a gravidez. Cozinhava um pouco antes, agora esquece (rs) Não sinto falta de nada, ficar com ele vale mais do que tudo.

Do que não abriu mão mesmo depois de se tornar mãe?
Faço personal duas vezes por semana no meu prédio, para facilitar. Enquanto isso, a babá o leva na brinquedoteca, ao lado da academia. Uma vez por semana, saio para jantar com o maridão.  Só nós dois, pois é o nosso dia. Isso tem sido ótimo. O João fica com a minha mãe – o que é ótimo porque ela se diverte e curte o neto também. Às vezes saio com minhas amigas. É muito bom rever as migas, bater papo… Nesses dias o João também fica com a vovó.

O que mudou na sua vida depois que você se tornou mãe?
Mudou tudo. Tenho um coração agora que bate fora do peito. Tudo é feito pra ele, com ele. As prioridades são outras. Você descobre que a melhor coisa do mundo é um sorriso, um carinho, um gesto, do seu filho. A vida faz muito mais sentido. Ser mãe é se permitir descobrir, conhecer e viver o maior amor do mundo.  Vale a pena, eu garanto.

  • Daniela Folloni

    Jornalista, mãe de Isabela e Felipe, trabalhou nas revistas Vogue, Cosmopolitan e Claudia. Acredita que toda mãe merece sucesso, diversão, romance e oito horas de sono

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)