Siga itmae
facebook
twitter
rss
instagram
youtube
pinterest
Participe do itmãe
facebook
twitter
rss

GUIA IT MÃE - Produtos, serviços e lugares selecionados que a gente indica! CLIQUE AQUI >>

Malvino Salvador: pai não pode só pensar em trabalho

Publicado em 04.09.2015 | por
11 Malvino com Sofia e Ayra (foto: Instagram)

 

“Nas duas vezes que recebi a notícia de que seria pai, eu parava e pensava: que maneiro, que louco, veio na hora certa, estava faltando uma criança. Sou apaixonado pelas minhas duas filhas”, conta o ator Malvino Salvador (39 anos) que está em cartaz com a peça “Chuva Constante”. Mesmo rodando várias capitais do país e cidades do interior até janeiro de 2016, ele faz o possível para estar em contato com as duas filhas, a Sofia, de 6 anos que mora em Brasília com a mãe, é fruto de um relacionamento anterior de Malvino. Atualmente, o ator vive com Kyra Grace (30 anos), lutadora brasileira pentacampeã mundial de Jiu-Jitsu, com quem teve Ayra, 11 meses.

Adoramos conhecer mais sobre o Malvino na versão pai, que se desdobra para estar presente na vida das filhas. “Todo mês, a Sofia pega o avião e me encontra no Rio. Ela adora viajar sozinha, já se sente independente, chega toda feliz no aeroporto. Quando ela fez cinco anos eu perguntei se ela queria viajar sozinha e ela adorou a ideia. Então, ela passa alguns dias comigo. Eu não sinto culpa por não poder estar todos os dias com ela e, com certeza, eu gostaria muito de poder ficar mais tempo, mas tenho consciência de que é uma situação necessária, até porque a mãe dela mora em outro estado. Então, me divirto o máximo possível quando ela está comigo”, fala. Para não perder o contato quando Sofia volta à Brasília, Malvino conta que fala muito com ela pelo aplicativo que faz chamadas de vídeo pelo celular Facetime. “E quando ela está no Rio vamos à praia e também brincamos bastante na piscina do prédio e no parquinho. A Sofia adora assistir desenho, filmes. Já assistiu milhares de vezes Frozen e A Casa Monstro. No começo ela morria de medo da Casa Monstro, se escondia atrás do sofá, depois passou. Mas esses dois desenhos assistimos várias vezes. É muito divertido”, lembra ele.

 

12 Malvino com Sofia em Brasília, quando o ator se apresentou com a peça ‘Chuva Constante’, no Dia dos Pais (foto: Instagram)

 

Com a bebê Ayra, ele também faz questão de ser um pai presente. Três vezes na semana vai com ela à natação. “Faço as aulinhas com ela. Eu e a Kyra revezamos, dependendo da nossa agenda. Mas ultimamente eu tenho ido mais vezes. Além disso, quando estamos todos juntos, inclusive com a Sofia, a Ayra adora ver a irmã, ela abre aquele sorrisão quando a vê, fica toda amarradona. E a Sofia adora ajudar a cuidar da irmã. Faço questão de deixar as duas sempre bem próximas”, fala Malvino.

 

03 Malvino durante aula de natação da filha Ayra (foto: Instagram)

 

Veja aqui o que Malvino pensa sobre ser pai, educar as filhas e prepará-las para o mundo:

O que é ser pai para você?

Eu acho que ser pai é se doar completamente ao filho, tentar proporcionar uma vida e educação boa ao máximo e justa. Ser pai é, ao mesmo tempo, ter critérios, tentando entender que o seu filho também deve ter a própria personalidade e vai seguir o próprio caminho. Vai fazer as próprias escolhas. Ser pai também é saber em que momento tem que apertar o cinto ou afrouxar. Tentar fazer ao máximo com que esse filho, que hoje é uma criança, no futuro seja uma pessoa de bom caráter, que saiba respeitar os outros, que possa se inserir na sociedade de maneira positiva, que possa contribuir com a sociedade e, ao mesmo tempo seja feliz.

Ser pai, para mim, também é incentivá-los a irem a luta, a buscarem o próprio sucesso, as coisas que eles queiram fazer e que possam proporcionar alegria. Mas também, como pai, devo mostrar que nem sempre os caminhos bons são os mais fáceis e que é preciso empenho. E que tudo que é feito com empenho traz mais satisfação quando a gente tem conquistas.

Como você procura educar suas filhas?

A educação não é uma coisa muito simples, ela é dia a dia, é no detalhe. Resumidamente é muito simples dizer “eu educo meu filho”. Não, o educar é no detalhe, cada dia tem algo novo que aparece e você não prevê. E aí você para e pensa: “opa, como eu vou mostrar ao meu filho de que maneira ele deve encarar isso”. Não acho que deve ser apenas: “olha, faça isso”. Eu converso muito dizendo sempre: “olha só, pense a respeito, e se fizessem isso com você, se coloque no lugar do outro, o que você pensa, você gostaria que fizessem isso com você? E agora?”. E isso vale para todas as coisas: os sonhos das crianças, por exemplo. Ok, você tem seus sonhos, o que você vai fazer para conseguir alcançá-los, você é merecedor disso?

O que você faz para ser um bom pai?

Uma coisa que faço bastante é me informar sobre a paternidade. Converso com outras pessoas que já foram pais para ter referência, lembro como eu fui educado, o que foi legal ou não, e procuro ensinar a ter bom senso – o que, aliás, é tão difícil de se ter na vida. Eu troco experiências com outros pais, acho que isso é bacana. E não tem como, quando você é pai e encontra outra pessoa que é pai você acaba falando sobre filho. O assunto já flui de maneira natural.

Eu quero ser um pai presente, que possa educar, porque a educação é na família, não é na rua com os amigos, na escola. A escola é um suporte. As amizades também influenciam na formação da personalidade. Mas o principal é a base que se dá em casa, na família. E para isso você precisa da presença. Presença e mostrar ao seu filho que ele também vai ser ouvido, não é só uma linha de cima, de comando, de ordem simplesmente. É de diálogo, de fazer o filho entender e se colocar diante das questões, fazer com que ele mesmo possa dar as suas próprias respostas nas adversidades que vão aparecer.

Como você faz para estabelecer limites e mostrar quando suas filhas fazem algo errado?

Quando a criança vem com uma situação nova, da rua, eu ajo assim: eu não travo, não mando, nem digo “não faça isso, não pode fazer aquilo”. Não sou autoritário, eu acho que não tem nada melhor do que a conversa. Eu opto sempre pelo diálogo. Por exemplo: “Minha filha, cuidado, se você fizer isso vai acontecer isso etc etc”. É claro que o filho também testa os pais, os filhos num determinado momento eles vão testando, querem ver até onde eles podem ir. Então, quando vejo que a Sofia especialmente porque já é maior, fez algo errado, eu paro e falo mais sério com ela. Mas eu não preciso nem brigar porque como eu sou muito carinhoso com as minhas filhas, elas vão logo perceber a mudança no tom de voz.

O amor é a garantia de tudo. Se você é muito amoroso, muito compreensivo, na hora em que você dá uma quebra, dá um gelo, seu filho sente na hora, ele não vai querer perder aquela relação de carinho, mesmo que seja momentânea. Ele vai saber que fez algo errado e vai parar. Não precisa bater.

Nada melhor do que você mostrar e punir quando os filhos agem de maneira errada. E deve haver punição, sim. Eu já deixei, por exemplo, a Sofia de castigo porque aprontou, e é isso. A gente tem que preparar a criança para o mundo, não adianta só passar a mão na cabeça porque lá na frente ela vai sofrer. Então, prefiro que ela sofra um pouquinho comigo do que passar por uma coisa ruim no futuro.

Ser pai é o que você imaginava?

Não, eu não fazia ideia do que seria e não imaginava o amor que um pai sente pelo filho, é uma coisa que não dá para imaginar. É um senso de proteção acima de qualquer coisa.

E eu vou fazer o possível para continuar sendo um pai presente, mesmo fazendo outros trabalhos. Novela, por exemplo, consome muito tempo e dedicação. Mas quando eu estiver em alguma novela provavelmente vou parar de fazer teatro, eu vou precisar de tempo para ficar com as minhas filhas. E no meu tempo livre ficarei com as meninas. Isso para mim é qualidade de vida.

E os pais precisam ter essa compreensão, ou seja, que não pode só pensar em trabalho e que esses momentos com os filhos são extremamente importantes para a formação da personalidade deles. Até porque, quando adultos, eles vão cobrar ou vão sofrer muito. É preciso deixar o trabalho de lado às vezes, tem que saber equilibrar.

 

01 Malvino e Sofia, em Brasília, durante atividade de Dia dos Pais (foto: Instagram)

 

 

10 Malvino com amigos e Ayra durante treino de domingo (foto: Instagram)

 

 

Malvino com Kyra e Sofia no Rio Negro, numa viagem à Manaus, onde a família do ator mora (foto: Instagram)

 

06 Malvino com Ayra bem bebezinha (foto: Instagram)

 

 

Siga a gente no Instagram: @itmae

Gostou do post?

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

Tags:, , , , , , , , , , , ,
Você também pode gostar de:

Seu filho é ansioso demais?

Menos stress, mais equilíbrio!

Grávida? Não perca a 3a Edição do It Mãe Conecta Universo Baby

Quem faz
Patricia Gattone

Patricia Gattone

Jornalista e autora do blog Espaço de Mulher (www.espacodemulher.com), é casada e apaixonada por tudo que envolve o universo feminino.

Nossa seleção especial está aqui!
Encontre produtos, serviços e espaços indicados pelo It Mãe!

Clube It Mãe

Deixe seu e-mail e fique por dentro das novidades!

itmãe 2017 - Todos os direitos rervados