Mais diversão e menos pressão para seu filho comer bem


Camila e Gabriela Kirmayr
por: Camila e Gabriela Kirmayr
Gabi é nutricionista infantil e Cami é comunicóloga. Elas são sócias da consultoria de nutrição infantil Coisa de Nutri

Gabi em ação com o pequeno Miguel: aprender brincando transforma o aprendizado em diversão e deixa tudo mais leve, sem o peso de ser uma obrigação para a criança (foto: divulgação)

 

Olá Olá querida mãe que navega pelo It Mãe,

Este é o nosso primeiro texto aqui no portal e estamos muito felizes em participar com vocês dessa “nossa jornada materna”.

Somos uma consultoria de Nutrição Infantil chamada Coisa de Nutri, além de sermos mães e irmãs. Hehehe.

Nos juntamos nesse projeto, pois vimos a dificuldade das famílias em encontrar uma saída nesse cenário de tanta oferta de alimentos industrializados, falta de tempo, eletrônicos, seletividade alimentar infantil, inseguranças e ansiedades.

Nosso objetivo é ensinar a criança sobre a importância de uma alimentação saudável. De forma simples e lúdica, entramos no universo infantil através de atividades e brincadeiras que falam a língua da criança. Pais e outros participantes da rotina da criança (avós, babás, cuidadores) entram no jogo, afinal o envolvimento de todos é fundamental para termos sucesso.

E por que apostamos na brincadeira? A resposta: o universo infantil é muito diferente do mundo dos adultos. Aprender brincando transforma o aprendizado em diversão e deixa tudo mais leve, sem o peso de ser uma obrigação para a criança. O mundo deles é recheado de brincadeiras e fantasias e, quando um ensinamento vem neste contexto lúdico, a criança o absorve muito melhor, pois está em perfeita sintonia com seu universo.

Então, não adianta estressar e levar tudo a ferro e fogo! Quer ver algumas atitudes que ajudam as crianças a comerem melhor e que você pode experimentar hoje mesmo?

1- Não valorizar as recusas, agir de forma natural. Em contrapartida comemorar muito as conquistas e novas aceitações!

2- Compartilhar as refeições à mesa, e fazer desse momento prazeroso e descontraído é fundamental. Os pais são o espelho e a referência dos filhos. 

3- Caprichar nos utensílios e visual da trabalho, mas vale muito a pena! Abuse de potinhos coloridos, forminhas, canudos divertidos. Faça carinhas, enfim , de vida aos alimentos. Assim entramos no mundo infantil e conectamos as crianças com os alimentos de forma leve e lúdica.

É claro que essas dicas são apenas um aperitivo do nossos trabalho, que é bem aprofundado e individualizado, levando em conta cada história. Nossa orientação é para os mais diversos casos, como, criança com obesidade, criança que come de forma compulsiva ou muito seletiva. Criança que come só um pouquinho, que come muito rápido, ou até devagar demais. Tem questões como índices de triglicérides e colesterol altos, falta de vitamina, anemia… Enfim, um universo gigante de questões e oportunidades a fim de melhorar os hábitos alimentares dos nossas kids, para que vivam com saúde os muitos anos que tem pela frente.

 

Marina aprendendo os benefícios da boa alimentação com Camila por meio de jogos, que é muito mais divertido (foto: divulgação)

Como funciona na prática? Vamos até a casa das famílias ou as recebemos em nosso espaço. Primeiro entendemos os hábitos e rotinas da casa. Em seguida, fazemos a anamnese, pesamos e medimos a criança. Aí começam as atividades… Podemos dizer que é o máximo! Os pequenos adoram aprender os benefícios da boa alimentação e também passam a conhecer e entender o que não é saudável e precisa ser diferente. Depois, traçamos os objetivos e montamos um planejamento alimentar e de novos hábitos. E o melhor: orientamos as mães a usar ferramentas para administrar e facilitar a nova rotina.

Bom, agora que já nos apresentamos, vamos contar o que traremos mensalmente aqui para nesta coluna. Sabe aquela situação pontual que rola no dia-a-dia, em que temos a total certeza que só nós estamos passando?! E que quando descobrimos que outras mães também passam, sentimos uma gratidão enorme pelo universo, tipo “Obrigada senhor!”? Aconchego. É isso. Traremos para vocês situações pontuais que temos visto e vivido em nossa jornada diária. E são muitas e muitas!

Contaremos quais os caminhos, em que junto com as mães, apostamos para solucionar alguma questão. Que nem sempre foram fáceis! Mas sempre possíveis e com resultados muito bacanas.

Então, nas próximas colunas, voltaremos cheias de histórias reais, com bastante diversão e zero pressão.

Afinal, fazemos sempre o nosso melhor! E cuidar da alimentação dos filhos, é uma prova de amor gigante. Mas tem que ser de um jeito leve e possível.

Um super beijo,

Cami e Gabi

 

  • Camila e Gabriela Kirmayr

    Camila é publicitária, certificada em disciplina positiva e mãe do Frederico, de 3 anos. Gabriela é nutricionista infantil e mãe da Júlia, 12 anos, e da Lara 14. As duas são sócias da consultoria de nutrição infantil Coisa de Nutri

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)