Como ensinar seu filho a poupar


Carla Racy Haddad Marques
por: Carla Racy Haddad Marques

É importante que seu filho participe da escolha do cofrinho dele! (foto: It Mãe)

Mesmo sem receber uma mesada, as crianças ganham, de vez em quando, algum dinheirinho dos pais, avós, padrinhos, como um presente ou até mesmo prêmio por um bom comportamento. Que tal aproveitar tais oportunidades para ensinar aos nossos filhos a lidar com esse dinheiro?

O hábito de poupar é importante não só quando falamos de dinheiro. É importante incentivar as crianças, desde bem pequenas, a pouparem desde um simples lápis de cor até mesmo a água que sai da torneira. Aos poucos, podemos introduzir a noção de dinheiro e ensinar que poupar é guardá-lo em algum lugar bem seguro. Para isso, ofereça um cofrinho para a criança e, se for comprá-lo, deixe que ela participe da escolha.  Pode ser uma caixa decorada, uma lata colorida, mas o velho e bom porquinho é, sem dúvida, o mais divertido e significativo.

A poupança pode começar a ser feita guardando metade do que se ganhou. Aos poucos, seu filho vai se sentir motivado a colocar um pouquinho a mais dentro do porquinho, principalmente se tiver uma meta a ser atingida.

O que comprar com aquele dinheiro? Não é nada fácil distinguir coisas que precisamos daquelas que apenas queremos comprar. Adquirir brinquedos, doces, figurinhas é gostoso e divertido. Porém, algumas vezes, a criança pode se arrepender. Ajude seu filho a pensar no melhor destino para o dinheiro. Caso ele queira mesmo comprar algo que você não considere tão útil, deixe. A experiência vai ajudar seu pequeno a entender a importância de pensar antes da escolha final para usar bem suas ricas moedinhas.

Ensine seus filhos a determinar metas. De acordo com a educadora financeira Cassia D’Aquino, é muito mais fácil economizar quando temos objetivos pré-determinados. Então, ajude seu filho a ter metas e fazer planos. “Já pensou em guardar um pouco de dinheiro para fazer aquela viagem que você tanto quer?” As metas, tanto em curto como em longo prazo, exercitam a força de vontade e a perseverança.

A educação financeira, apesar de básica, geralmente é um dos assuntos mais delicados no contexto familiar. Ensinar desde cedo as noções de certo e errado e estimular que nossos filhos façam as suas escolhas com responsabilidade pode ser tarefa das mais intensas para nós, pais.

Na verdade, o grande desafio é que as crianças aprendam, desde muito pequenas, a dar valor ao que têm e a conhecer os limites dos gastos.

“Quem poupa tem”… esta velha frase, que por muitas vezes ouvimos das pessoas à nossa volta, pode se transformar num slogan direto e divertido de uma bela campanha que mostre que gastar é bom, mas poupar é melhor ainda!

Boa sorte,

Carla

Carla Racy Haddad Marques é diretora da Tiny People Bilingual School no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Formada em Comunicação Social pela ESPM e pós graduada em Teaching English to Speakers of Other Languages (TESOL) pela Univesity of California, San Diego (UCSD). Atua há cerca de 20 anos em educação e ensino de inglês para crianças e adolescentes. Atualmente, vive com seu marido e suas filhas Lara (7) e Liz (5) em Londres onde desenvolve novos projetos educacionais para a Tiny People. Também é membro do conselho da escola Middle Park Primary School, para o qual foi eleita Parent Governor para o quadriênio 2012/ 2016. É apaixonada por línguas e pelo universo bilíngue.

  • Carla Racy Haddad Marques

    Mãe de Lara (7) e Liz (5), diretora da escola de educação infantil Tiny People Bilingual School, vive antenada com os novos rumos do ensino infantil

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)