5 dicas para receber na maternidade


Natália Folloni
por: Natália Folloni

1901287_466872706768939_453028582_n

As lembrancinhas e docinhos oferecidos aos convidados já servem para decorar o ambiente (foto: divulgação)

As primeiras semanas com o recém-nascido em casa costumam ser turbulentas – e a recomendação é descansar sempre que o bebê estiver dormindo. Por isso, muitas mães preferem receber as primeiras visitas do bebê ainda na maternidade, pela comodidade. Para tornar esse momento de confraternização mais gostoso, mesmo num ambiente frio de hospital, a especialista em eventos Luciana Del Bianco, da Idealize Convites, dá algumas dicas.

1. Sirva comidinhas práticas

Segundo Luciana, “na verdade, não é uma festa e não precisa de banquete. A etiqueta diz que a visitinha deve ser rápida”. Então, alimentos que estragam com facilidade (como bolos e sanduíches) não são boas opções para levar à maternidade, se não estiverem bem refrigerados – além de darem mais trabalho para servir e até mesmo sujar o ambiente. Que tal bolachinhas de água e sal ou artesanais, como opção de salgado, e pães de mel, bem-nascidos ou bombons de chocolate para o doce? Prático e delicioso! E para beber, nada mais fácil do que garrafinhas d’água. Você pode comprá-las e personalizá-las com o nome do baby para dar um toque de charme.

2. As lembrancinhas devem ser fáceis de transportar

Assim como numa festa de aniversário ou num casamento, as visitas à maternidade requerem um agradinho aos amigos e familiares. As lembrancinhas podem ser comestíveis – como amêndoas em potes de vidros, charutos de chocolate e balinhas ou jujubas em lata – ou úteis (aromatizadores de ambiente, toalhinhas personalizadas, cadernos ou bloquinhos, sabonetes artesanais e home sprays). Se precisar de mais sugestões, confira na reportagem que fizemos sobre esse tema recentemente. Pense em algo de fácil transporte, afinal você já tem de levar a sua mala e a do bebê para a maternidade. Luciana diz que “o destaque, hoje, é não comprar muito de um produto só e em grande quantidade. A ideia é variar os produtos (de 2 a 4 diferentes). Então, a mesa fica linda com muitos itens coordenados”.

3. Na decoração, menos é mais

Sobre os enfeites de porta de maternidade, Luciana diz que “quanto mais handmade, maior o sucesso. Seja peças de feltro, tecido, crochê, arame ou quadrinhos de papel.Os industrializados estão fora de moda, de acordo com a especialista. Além do tradicional enfeite na porta (veja algumas sugestões bacanas aqui), você pode unir o útil ao agradável, usando as bandejas, copos e pratos para servir as comidas e as lembrancinhas como enfeite. É só você colocar, por exemplo, as bolachas em caixas ou saquinhos enfeitados com fitas e tags com o nome do seu bebê. Entretanto, flores ou aromatizadores estão proibidos – o recém-nascido ainda não tem um sistema imunológico desenvolvido e pode apresentar alergias ou algum problema respiratório por causa do contato com o pólen e substâncias químicas. Por isso que arranjos recebidos de presente costumam ficar do lado de fora do quarto, ao lado porta. Para facilitar a arrumação, providencie uma lata de lixo higienizada (caso não tenha uma no ambiente), álcool em gel para as mãos e guardanapos descartáveis.

4. Organize tudo o que puder com antecedência

Se você organizar todas as lembrancinhas e comidas com antecedência, não vai precisar fazer tudo às pressas quando chegar a hora de ir à maternidade. Programe-se! Embrulhos e cartões das lembrancinhas, assim como as comidinhas que pretende servir devem estar prontos (ou encomendados) por volta do oitavo mês de gestação, de preferência, caso o seu bebê “resolva” nascer antes.

5. Peça (educadamente) para as visitas lavarem as mãos antes de tocar o bebê

Qualquer pessoa deve lavar as mãos antes de segurar um recém-nascido, porque a saúde frágil da criança oferece maiores riscos de contaminação por vírus e bactérias nessa fase. Para pedir que as visitas lavem as mãos, sem causar uma saia-justa, seja direta e explique a razão. Uma dica que Luciana dá para essa situação é, “quando a pessoa adentrar no quarto, indicar educadamente que o álcool em gel está à disposição para usar logo no início da visita (antes mesmo que ela peça para segurar o bebê, por exemplo)”, diz.  Mas não se preocupe que, hoje em dia, o hábito já se tornou praxe e todo mundo colabora! Outra ideia é colocar um porta-retrato ou uma lousa sobre alguma mesa do quarto, desses usados na decoração de festas de aniversário, com a mensagem: “Não se esqueça de lavar as mãos”. Simples e fofo, não?

  • Natália Folloni

    Nossa repórter adora crianças e acredita que uma mulher pode ser a melhor mãe do mundo sem abrir mão de sentir-se linda e realizada

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)