Brangelina: o que (realmente) aconteceu?


Daniela Folloni
por: Daniela Folloni
Jornalista fundadora e diretora de conteúdo do Portal It Mãe

brangelina

A separação do casal mais lindo de Hollywood, Brad Pitt e Angelina Jolie, chocou a internet (Foto: Divulgação / Mr and Mrs Smith)

O fim da união Brangelina faz a gente ficar se perguntando: Mas por que será? O que aconteceu ou não aconteceu nesse casamento que parecia tão sensacional e perfeito?

Hipótese 1:  foi a rotina. Como diz uma amiga minha, estar casado é como comer o seu prato preferido todo dia. Há quem não enjoe nunca. Há quem tenha que inventar uns temperos novos para dar uma inovada. E há quem enjoe e não queira mais saber. Vai de cada um. Taí, pode ser que Brad e Angelina enjoaram um do outro.

Hipótese 2: acabou a atração. Saber que Angelina e Brad se separaram me faz pensar se Angelina passava por aquela clássica cena de fingir estar dormindo só por preguiça de transar. Será isso possível? Ter preguiça de transar com Brad Pitt? Mais que bonita, Angelina é interessante, ousada , polêmica. Aquele tipo de mulher com a qual a vida parece nunca ter rotina, que nunca deve ter usado uma calcinha bege na vida (ou será que usa?).

Hipótese 3: foi traição. Pular a cerca é, na minha opinião, a coisa mais brochante que existe. Traiu, acabou. Acabou a confiança, o pacto e aí, amiga, pra confiar de novo, fechar os olhos e beijar na boca é muito difícil. Talvez Angelina seja das minhas. Mas sabe que nem todo mundo pensa assim… Certa vez,  uma outra amiga me confessou: “Que meu marido nunca saiba disso, mas eu seria capaz de superar uma traição e começar de novo. Porque o que mantem o casamento é a atração, o desejo de ficar junto, a química”. Segundo ela, o que não mantém casamento em pé é aquela história de ser amiguinho. Virou amiguinho, acabou o tesão, ela me disse. Então, será que foi traição ou Pitt e Jolie viraram amiguinhos?

Hipótese 4: a relação se desgastou. É fácil pensar que o fim do casamento pode ter a ver com a falta de cuidados que um tem  com o outro. Brangelina pararam de dizer eu te amo? Brad cortava unha na sala?

O senso comum diz que a gente precisa continuar cuidando de si mesmo depois que casa. Não pode desleixar.  Pense no marido que deixa a barriga de cerveja crescer, a mulher que se culpa por nem sempre estar linda feito capa de revista (ainda mais quando se tem filhos!) Mas o que dizer de Brad super pai bonitão e Angelina chique linda e capaz de ser sexy até de legging e moletom?

Hipótese 5: eles estavam se desentendendo sobre a educação dos filhos. Não sei se a separação vai ajudar ou piorar nesse caso. Porque os filhos vão continuar sendo dos dois. Agora, se a suspeita de abuso se confirmar (um tabloide diz que ele bateu nas crianças), aí complica.

Hipótese 6: essa é a tese de mais uma grande amiga: puro olho gordo. Ela disse: “Eles eram maravilhosos e visados. Certeza de que foram afetados por isso.” Faltou banho de descarrego!

A separação de Brad e Angelina me faz pensar que não existe casal modelo, nem regras a seguir. Não importa se foi por causa de uma traição, se foram os defeitos de um que estavam incomodando o outro. Nem tudo é pra sempre. Isso não é sinal de fracasso. Quando algo termina depois de dez, quinze, vinte anos não significa que não deu certo. Deu certo por um bom tempo. Enquanto durou.  O fato é que acabou a vontade de ficar junto. Tem casal que já não tem vontade de ficar junto e fica mesmo assim (por comodismo, por causa dos outros), vivendo uma solidão a dois – o que é bem pior.

A vida muda. As pessoas mudam. Ficar juntos – bem além das aparências – tem que ser uma escolha dos dois. E se não for, vamos em frente, porque o amor sempre pode acontecer de novo. Não acho que a gente deve desistir dele.

  • Daniela Folloni

    Jornalista, mãe de Isabela e Felipe, trabalhou nas revistas Vogue, Cosmopolitan e Claudia. Acredita que toda mãe merece sucesso, diversão, romance e oito horas de sono

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)