Especial Novembro Roxo: doe leite materno e salve vidas


Daniela Folloni
por: Daniela Folloni
Jornalista fundadora e diretora de conteúdo do Portal It Mãe

Mães que amamentam podem doar o materno excedente e salvar vidas de prematuros (foto: divulgação)

O Brasil é o 10º país no ranking mundial de nascimentos prematuros. Segundo o inquérito nacional sobre partos e nascimentos, feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e divulgado em dezembro de 2016, a taxa de prematuridade no Brasil é de 11,5%, quase duas vezes superior à observada nos países europeus. Deste percentual, 74% são prematuros tardios (nascidos entre a 34ª e 36ª semana gestacional). E você sabia que a cada 30 segundos um bebê morre em consequência do nascimento antecipado? 

Uma das maneiras de salvar vidas desses pequenos é por meio da doação de leite materno, que se tornou o tema central da  campanha organizada pela ONG Prematuridade.com neste mês de novembro, o chamado novembro roxo, que tem um dia especial dedicado à causa: 17/11 comemora-se o Dia Mundial da Prematuridade. “A importância do aleitamento materno para o recém-nascido é indiscutível. Todos os anos estudos trazem em seus resultados as evidências que comprovam os seus benefícios. O leite materno diminui os riscos de infecção, melhora o sistema imunológico dos prematuros auxiliando na diminuição do tempo de permanência do bebê e de suas famílias nas instituições de saúde”, salienta a vice-diretora executiva da ONG Aline Hennemann.

Se você tem leite materno excedente, pode se tornar uma doadora e ajudar. Para incentivar e viabilizar a doação de leite materno a marca Baby Dove lançou a campanha “Seu leite pode salvar vidas” em parceria com o banco de leite do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros – centro de referência no Estado de São Paulo. Para saber como doar, clique aqui e acesse o site da campanha – ali estão todas as informações e respostas às dúvidas mais frequentes. Uma das comuns é se o seu leite vai acabar se você doar. A resposta é não. Quanto mais estímulo, maior a produção de leite da mãe. O corpo é sábio e sempre que a mama é esvaziada, envia um sinal para que mais leite seja produzido para a alimentação do bebê – quanto mais o bebê mama, maior a produção de leite da mãe.  Se você não está em fase de amamentação, compartilhe este post para que ele chegue a mais mães com leite excedente. Juntas somos mais fortes.

Assista ao vídeo em que Luciana Pereira, gerente de marketing da marca, dá mais detalhes sobre a campanha “Seu leite pode salvar vidas” – foi feita inclusive uma parceria com Uber para facilitar a entrega do leite aos bancos. Nós do It Mãe apoiamos essa causa.

 

  • Daniela Folloni

    Jornalista, mãe de Isabela e Felipe, trabalhou nas revistas Vogue, Cosmopolitan e Claudia. Acredita que toda mãe merece sucesso, diversão, romance e oito horas de sono

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)