Como ser mais organizada


Ingrid Lisboa
por: Ingrid Lisboa
Especialista em organização residencial e pessoal, consultora e palestrante

mulher_smartphone

Quem investe melhor o tempo: a que ‘perde’ alguns minutos fazendo a lista do mercado ou a que vai às compras sem ter ideia do que precisa? (Foto: 123RF)

Por que parece tão difícil ser mais organizada? Acontece que deixar a vida desorganizada para trás e partir rumo à organização significa – irremediavelmente – sair da zona de conforto. É fato que ter a casa e a vida fluindo bem é muito mais prazeroso e produtivo, porém encarar de frente as próprias desculpas causa estranheza e desconforto, até mesmo físicos. Já acompanhei clientes que começaram a transpirar e outros que entraram em processo de extremo nervosismo ao serem convidados a descartar roupas e objetos que não usavam há anos. Outros se sentiram incomodados nos primeiros dias após mudarem para uma casa melhor somente porque a localização dos objetos havia sido alterada. E por que mudar pode incomodar a todos nós? Porque é custoso ao ser humano (mais especificamente ao nosso cérebro, vide pesquisas recentes em neurociência) deixar velhos hábitos para trás e ter de treinar novos, ainda que estejamos deixando comportamentos que nos tragam resultados inferiores ao que queremos.

Em resumo: por mais estranho que possa parecer, ficamos tão habituados às formas padronizadas de nos comportar e desenvolver as tarefas cotidianas que raramente nos questionamos sobre o porquê de elas não nos darem o retorno que precisamos. E assim vamos nos acostumando a deixar as coisas cada hora num lugar, a procurar óculos e chaves todas as manhãs, a arcar com multas por não nos organizarmos para pagar as contas em dia, a perder compromissos por falta de organização da agenda. Ou seja, mudar dá trabalho, sim! E só conseguimos mudar se novos comportamentos e hábitos forem criados e treinados repetidamente. E a organização nada mais é do que um novo hábito a ser adquirido e treinado.

Por este motivo, não é verdade que manter a casa e a vida em ordem “dá muito trabalho”, como dizem por aí. Basicamente funciona assim: depois de organizar toda sua casa e descomplicar as rotinas, manter tudo em ordem vai ser muito mais tranquilo. Até porque a organização terá se incorporado à rotina doméstica e não será mais encarada como uma tarefa extra, visto que todas as rotinas estarão simplificadas. Ou seja, você vai organizar a casa e sua rotina sem perceber! O desafio será, portanto, adquirir os novos comportamentos e treiná-los até  que se transformem em hábitos.

Não acredita que manter tudo em ordem dá menos trabalho que organizar? Faça as contas comigo. Separar e organizar uma caixa de documentos com correspondências guardadas há anos naquele “quartinho” vai dar mais ou menos trabalho do que, uma vez por semana, checar e processar a correspondência que chega todos os dias? Garanto que a segunda opção.

Não se convenceu? Então tente imaginar quem perde mais tempo: a pessoa que sempre vai ao supermercado com lista de compras ou aquela que tenta armazenar a lista na memória mas, como não consegue, sempre precisa voltar ao supermercado para comprar os itens faltantes? Ou aquela que nem se lembra do que precisa comprar até efetivamente precisar do produto que ficou fora da lista mental? Certamente quem faz listas de supermercado investe melhor seu tempo. Ouse deixar sua zona de conforto. Organize-se! 

 logo home organizer
  • Ingrid Lisboa

    Para a mãe do Emiliano e criadora da consultoria Home Organizer, o segredo de uma casa em ordem é descomplicar. Ela escreve no canal Tudo organizado

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)