Siga itmae
facebook
twitter
rss
instagram
youtube
pinterest
Participe do itmãe
facebook
twitter
rss

GUIA IT MÃE - Produtos, serviços e lugares selecionados que a gente indica! CLIQUE AQUI >>

Mudar de casa ou reformar?

Publicado em 29.03.2017 | por

Antes de começar o quebra-quebra, pense em soluções que podem ser revertidas no futuro (Foto: Officina44) 

Depois de alguns anos, podem surgir alguns probleminhas dentro de casa. Infiltração, piso lascado, falta de espaço, só para citar alguns. Com isso, vem a dúvida: vale a pena reformar ou é melhor buscar outra casa? Para responder a questão, alguns detalhes devem ser levados em conta, como mostramos a seguir.

Em primeiro lugar, certifique-se sobre o bairro. É um lugar que você gosta? Os serviços (como transporte, supermercados, restaurantes etc) estão próximos e atendem as suas necessidades? Você está feliz com a escola das crianças? Porque tudo isso vai pesar na hora de escolher um novo lar, seja na mesma região ou em uma localidade diferente.

Depois, veja se o tamanho da moradia ainda é o suficiente para a sua família. Depois que os filhos nascem, os espaços vão ficando mais apertados e surgem novas demandas. Vale ressaltar que algumas adaptações nos móveis e na planta, soluções trazidas pelo design de interiores, ajudam e muito nesse ponto!

Obviamente que não dá para esquecer a parte financeira. Avalie os gastos que você terá com a reforma em comparação à possível troca do imóvel. Será que a renovação faz sentido econômico? Há uma série de fatores que pesam aqui, já que reformar demanda tempo e dinheiro.

Se o orçamento permite renovar apenas uma parte da casa, tudo bem. Priorize o que realmente lhe incomoda no momento. Pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença, viu? E pense a longo prazo! Reformar, de modo geral, valoriza o imóvel. Dica: antes de começar o quebra-quebra, saiba que é possível criar soluções flexíveis, que possam ser revertidas facilmente no futuro.

Ainda está em dúvida? Recomendamos que você contrate um profissional para fazer uma avaliação da residência. Ele pode apontar os defeitos e as qualidades, confirmar se existe uma boa estrutura e/ou se o imóvel tem potencial para reforma. Além de calcular os custos de possíveis ajustes.

De uma forma ou de outra, a situação vai tirar você da zona de conforto. Então, reflita bastante para tomar a decisão que mais se encaixe às suas necessidades – que podem variar conforme o estilo de vida de cada família. E o mais importante: faça um bom planejamento antes de iniciar qualquer projeto, seja no mesmo ou em um novo endereço.

Siga a gente no Instagram: @itmae

Gostou do post?

Cadastre seu e-mail e receba novidades!

Tags:, , , , , , , , ,
Você também pode gostar de:

Soluções para o bebê e o irmão mais velho dividirem o mesmo quarto

5 dicas para manter a casa limpa e organizada

Como iluminar a sua casa

Quem faz
Ana Cláudia Pastina e Paola D'Eva Durço

Ana Cláudia Pastina e Paola D'Eva Durço

As arquitetas são sócias do escritório OFFICINA44. Ana é mãe do Vinicius, 2 ano, e Paola do João Pedro, 6 anos

Nossa seleção especial está aqui!
Encontre produtos, serviços e espaços indicados pelo It Mãe!

Clube It Mãe

Deixe seu e-mail e fique por dentro das novidades!

itmãe 2017 - Todos os direitos rervados