Como organizar o pagamento da empregada e da babá


Daniela Folloni
por: Daniela Folloni
Jornalista fundadora e diretora de conteúdo do Portal It Mãe

Não basta pagar a sua funcionária em dia e direitinho. É preciso documentar. Ou seja, pedir a ela que assine um recibo confirmando que recebeu determinada quantia por mês. Vale também fazer um recibo para o valor correspondente ao vale transporte, horas extras…  Isso ajuda a deixar os pagamentos organizados – o que é bom para você e para ela também. Depois, é só deixar tudo guardado tudo em uma pasta.  Por quanto tempo? A gente sabe que é um alívio fazer uma limpeza geral nos documentos e poder jogar no lixo aquela papelada acumulada em casa. Porém, nem todos comprovantes podem ser mandados para os ares imediatamente. Mesmo que a funcionária já tenha saído do emprego.

A advogada Bruna Leite, de São Paulo, alerta que os recibos de pagamentos de profissionais como empregadas, diaristas e babás devem ser mantidos arquivados por cinco anos. “Mantenha sempre um comprovante de pagamento com você e emita uma cópia para o prestador e serviço”, explica a advogada.

Um modelinho simples de recibo já garante sua segurança. Veja um exemplo que pode ser usado nos pagamentos de suas ajudantes.
Para ajudar na organização, você pode usar caixas, pastinhas ou cestos para papeis. Veja alguns modelos.

1. Pasta de plástico perolizado para documentos, Lojas Americanas. R$ 49,90.
2. Porta-documentos de metal, Etna. R$ 29,99.
3. Porta-documentos de papelão, Etna. R$ 19,90.
4. Porta-documentos de telinha, Tok Stok. R$ 19.

  • Daniela Folloni

    Jornalista, mãe de Isabela e Felipe, trabalhou nas revistas Vogue, Cosmopolitan e Claudia. Acredita que toda mãe merece sucesso, diversão, romance e oito horas de sono

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)