Como organizar uma festa só para crianças (sem os pais)


Ana Luísa Pontes e Isabella Ciampaglia
por: Ana Luísa Pontes e Isabella Ciampaglia

Festa PeppaPig_parque (31)

Se optar por uma festa em espaço aberto, saiba que vai precisar de mais cuidadores (Foto: Divulgação)

Vários pais estão aderindo às festas só para as crianças e você já deve ter se perguntado se também não deveria tentar. Não apenas porque sai mais barato (diminui, afinal, o custo com a alimentação, que representa cerca de 30% do orçamento), mas também porque estimular a independência das crianças desde cedo, em um ambiente seguro, é saudável. E saiba que a partir dos 4 ou 5 anos de idade, já pode, sim, para convidar apenas os amigos dos filhos, desde que siga alguns critérios.

O primeiro deles é que a festa tem de ocorrer, de preferência, em um local fechado e preparado para os pequenos, como um salão de festas ou buffet. Se você estiver planejando a comemoração em um parque, por exemplo, aí é importante ter um número maior de cuidadores (sejam os pais do aniversariante, os recreadores ou outros adultos que você “convocar” para ajudar). Resolvido o local, é hora de descobrir se os seus filhos e convidados estão prontos para esse tipo de festa. Basta conversar com as mães das outras crianças da mesma faixa etária e perguntar como elas se sentiriam ao deixar os filhos desacompanhados dos pais, assim como se eles acham que os pequenos ficariam à vontade sem os familiares por perto.

Todo mundo tranquilo? Então, é hora de arregaçar as mangas. Além do tema e da decoração, você tem de planejar outro item que esse tipo de festa exige: animação. Sem os adultos, é importante que as crianças fiquem envolvidas o máximo do tempo possível. Garantir uma equipe de animação lúdica, musical e colorida, com atividades programadas, será fundamental para mantê-las entretidas. O local da festa completa e/ou direciona a animação. Áreas amplas, por exemplo, são boas para quizzes e gincanas, e, em áreas menores, apresentações de marionetes, música ou teatro farão sucesso. O ideal é que o espaço área permita que a equipe responsável pela recreação visualize e acompanhe todos os convidados, garantido assim a segurança e integridade dos presentes. A recreação deve ser prevista para no mínimo quatro horas de festa. Mas a última hora pode contar com a presença dos pais – é de bom tom convidá-los para acompanhar o Parabéns e a mesa de doces no final da festa.

Não se esqueça de avisar no convite que se trata de uma festa exclusiva para os pequenos. Diga de maneira clara e educada que não há necessidade da companhia de um adulto, porque haverá pessoas o suficiente para cuidar de todos. Uma forma simpática de fazer isto é colocar um recado no convite, dizendo para os pais e mães aproveitarem o período livre para um momento a dois, com um cinema, por exemplo. Outra informação que deve ser especificada é o horário para deixar e buscar as crianças, reforçando que todos são bem-vindos para o Parabéns.

Dias antes da festa, faça a confirmação de presença e aproveite para montar uma lista de contatos com todas as informações necessárias (telefone, endereço, nome da pessoa autorizada a buscar a criança no final do evento, se for o caso) em caso de algum imprevisto com um convidado, Dica: coloque os dados em uma planilha para ter mãos (impresso, se possível) no dia da festa! Com todo esse planejamento, além de fornecedores e parceiros ponta firme, temos certeza de que sua experiência será um sucesso total!

  • Ana Luísa Pontes e Isabella Ciampaglia

    Idealizadoras e sócias da Cheers Kids, Ana é administradora, mãe da Julia, de 3 anos, e do Gabriel, de 1 ano, e Isa é arquiteta, mãe da Joana, de 2 anos

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)